capa animais racionais

VOCÊ ESTÁ LENDO:

Últimos capítulos da segunda parte 55

 

Isadora cobre o rosto, furiosa com o flagrante de Ana e Rodrigo aos amassos, quase pelados na sala.

Isadora: Muita sacanagem! Os dois se esfregando na minha residência!

Rodrigo: Calma Isa, não é pra escândalo! Foi uma atração sexual entre eu e a Ana!

Anaporém : Atração, Rodrigo? Confessa a verdade! Na realidade, nos apaixonamos e pronto! Juro que não queria, não posso controlar o coração!

Isadora: Mas posso te expulsar daqui, safada! O Rodrigo é meu! Só meu, entendeu? ― puxa os cabelos de Ana e arrasta a moça para o quintal.

Rodrigo: Não machuque a menina, Isa!

Isadora: Ainda defende a cachorra?

Rodrigo: Esqueceu quem está com a grana da igreja pra nos sustentar?

Isadora: Me viro sozinha! Que soque o dinheiro dos fiéis dela no…

Rodrigo: Olha o que você vai falar!

Isadora: Ok. Não vou me estressar com a ordinária da Ana!

Ana: Mãe…

Isadora: E você tem sorte Rodrigo, sorte que te adoro! Senão o empurrava na sarjeta junto com ela!

Rodrigo: Ana, recomendo você cair fora pra não piorar a situação!

Ana: Imaginava que você tivesse…

Rodrigo: Imaginou errado! Amo a Isadora, amo a Isa!

Isadora: Tomou, pirralha? O Rodrigo me pertence e ele que ouse desobedecer! Ciente do que sou capaz!

Rodrigo: Desaparece, por favor, Ana! Depois combinamos por mensagem pra pegar as suas roupas!

Isadora: E não apareça outra vez, falsa!

Rodrigo: Perdão, Isa…

Isadora: Deveria te esganar, Rodrigo! ― encara Rodrigo e entra pra dentro.


Em São Roque, Beto se despede de Laura na varanda da moradia dela.

Beto: Que noite maravilhosa, princesa! Gostaria tanto de aproveitar mais um pouco com você, infelizmente o trabalho me chama! Aceitaria viajar comigo se eu pedisse?

Laura: Viajar? Por quê?

Beto: Prefiro não comentar, é um assunto desagradável. Responde primeiro a pergunta.

Laura: Não deixaria a cidade por qualquer razão.  

Beto: Nem por mim?

Laura: No momento eu não tô afim de aventuras. Não pretendo tirar os pés do vilarejo tão cedo.

Beto: Pensa na proposta com carinho. Tenho uma tatuagem agendada agora no estúdio! De tardezinha venho te ver, hein? ― Laura responde revelando um sorriso, Beto termina com um selinho e dispara o automóvel pra longe.

Juca: Finalmente o moleque se mandou! Afinal, o que você deseja com o filho do Roberto? ― se encosta no ombro de Laura ao espiar a partida de Beto.

Laura: Diversão, somente me divertir antes de matá-lo, Juca!

Juca: Torcendo que seja isso mesmo! Vem! Te mostrarei o esconderijo onde vamos torturar a Carolina!

JUCA

Laura: No meu carro!

Juca: Eu dirijo então!

Laura: Fique à vontade.

Juca: Gustavo que arranjou o lugar, é bem discreto! ― ao passar por várias avenidas.

Laura: Ei! Devagar! Conheço aquela infeliz! A sapatona chantagista! ― ao notá-la distraída alguns metros na frente pedalando no canto da rua.

Juca: E daí?

Laura: Ótima oportunidade de me livrar da cretina! Ela tá arrancando parte do nosso dinheiro! Atropela!

Juca: O que você disse?

Laura: Atropela! Atropela a maldita!

Juca: Certeza, Laura?

Laura: Ninguém ao redor, o momento perfeito! Não devemos desperdiçar a chance! Anda! ― ao analisar a paisagem no retrovisor.

Juca acelera em direção de Catarina que não repara na presença deles se aproximando. Sente o impacto da batida que a joga para o meio da pista.

Juca: Será que morreu? ― após frear bruscamente.

Laura: Verificando. Espera aí. ― caminha com seu salto alto até a vítima.

Juca: Laura! Corre!

Laura: Droga! ― ao perceber uma moto bis chegando ao local.

Juca: Ela morreu? ― foge em alta velocidade.

Laura: Não tive tempo pra conferir! A bike tava totalmente estraçalhada!

Juca: Tomara que o motoqueiro não tenha visto a placa e não siga a gente!

Laura: Esconda o veículo imediatamente! Voltarei de táxi.

Enquanto escapam, o motociclista resolve parar diante de Catarina, se abaixa e retira o capacete, assustado.

Moisés: Cacá? É você? Deus do céu! Não acredito! ― ele telefona pra emergência.


Beto pisa no casarão da fazenda Corais. Localiza Carolina e Joel dando risada, comendo pizza, além de brincarem com o tabuleiro de xadrez.

Joel: Kkkkkk! Ganhei, Carol!

Carolina: Ria, palhaço! Não desisto fácil, Joel!

Beto: Bom dia! Cadê o meu pai?

Carolina: Oi, filhote. O Zeca saiu logo cedo pra tratar dos negócios. E você? Por onde se enfiou, hein mocinho?

Beto: Na casa da Priscila.

Carolina: Ah, sua namoradinha misteriosa? Pelo menos descobrimos o nome da moça que te enfeitiçou!

Beto: Ansioso pra apresentá-la! Pretendo convencer a Priscila de almoçar com toda a família!

Carolina: Ao invés de se iludir com a tal Priscila, acho melhor você se preocupar e sumir da região!

Beto: Não me enche com seu papo de covarde! Louco pra enfrentar o Rodrigo! — sobe para o quarto. 

Carolina: O que eu faço, Joel? O que eu faço pro Beto compreender a gravidade das coisas?

Joel: Continue tentando Carol, aposto que cedo ou tarde o Rodrigo virá atrás dele!

Carolina: Surgiu uma ideia! Contratar seguranças pra proteger o Beto! Já que o teimoso insiste em se arriscar!

Joel: Concordo, excelente solução. 

Carolina: O problema é que o Beto não informa nada sobre a Priscila!

Beto: Ocorreu algo horrível, caramba! ― aparece de repente. 

Carolina: Que desespero é esse?

Beto: O Moisés acabou de me ligar. A Cacá sofreu um acidente! Estão a levando no hospital!

Carolina: A Cacá? Coitada! Joel, indo lá com o Beto e te aviso se houver novidades!

Joel: Beleza.


Rodrigo encontra Ana num cômodo alugado da metrópole paulista. 

Rodrigo: Trouxe as suas bagagens, Ana. Me desculpe pelas palavras que usei, tinha que enganar a Isadora. ― abraça Ana. 

Ana: O que faremos? Ela é maluca por você!

Rodrigo: Terei que dar um fim na Isa.

Ana: Como assim?

Rodrigo: Não resta alternativa. A Isadora sabe demais do meu passado. Ela pode estragar os planos!

Música de encerramento: Believer – Imagine Dragons Tema: Livre

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

>
Rolar para o topo