capa animais racionais

VOCÊ ESTÁ LENDO:

Últimos capítulos da segunda parte 57

 

Beto se revela ansioso por uma resposta de Laura.

Beto: O que esconde de mim, Priscila?

Laura: Nada, Beto! É impressão sua!

Beto: Qual é o problema de uma foto?

Laura: Me irritando com essa conversa! Cai fora!

Beto: Priscila…

Laura: Já disse pra sair, quero ficar sozinha!


Gustavo se aproxima do esconderijo de drogas. Ele tenta ligar várias vezes para alguém.

Gustavo: Atende, Rodrigo! Merda! ― entra impaciente no galpão e se assusta com a cena. Nojo e vontade de vomitar ao reparar na cabeça de Rodrigo cortada numa bandeija.

Juca: Gostou da surpresa, Gustavo? Pensou realmente que me enganaria?


Melissa, Moisés e Maria localizam Carolina junto com Joel na propriedade da família Corais.

Maria: Boa tarde, filha! Viemos te visitar!

Moisés: A Melissa tava muito triste sozinha, insistimos pra que ela se distraísse um pouco!

Carolina: Ótima ideia, mãe! Eu sei que não tá sendo fácil superar a tragédia, Mel! ― abraça Melissa.

Melissa: Todos nós estamos sofrendo, Carol!

MELISSA

Maria: Moisés, aproveite que veio de moto, busque leite e ovos no supermercado que farei um bolo pra nós.

Moisés: Certo.

Moisés chega ao centro de São Roque em minutos. Estaciona na frente do estabelecimento lotado por causa das promoções. Ao tirar o capacete e caminhar entre a multidão, se esbarra numa pessoa.

Moisés: Desculpa…

Laura: Presta atenção por onde anda, traste!

Moisés: Ei! Conheço você de algum lugar! ― segura o braço de Laura e a encara.

Laura: Deve estar se confundindo! Me solta!

Moisés: Estou não! Você é a moça do carro que atropelou a Cacá! ― se lembra do acidente e se admira diante da situação.

Laura: Enlouqueceu, velhote?

Moisés: Pare de mentir! Pare ou te jogo na delegacia imediatamente, cretina!

Laura: Ok, confesso! Não tive culpa, tentei ajudá-la, mas tinha medo…

Moisés: Não pode ser… Laura? É você? Mudou o visual, só que jamais esqueceria da sua expressão! ― invadido por memórias da época de Laura e Carlos.

Laura: Sim, sou eu! Te imploro Moisés, em nome do Carlos que me amava e da sua amizade com o Rodrigo, não conte pra ninguém!

Moisés: Você é pior que o Rodrigo…

Laura: Volte, Moisés! Moisés!

Laura o persegue, no entanto ele se enfia no meio da aglomeração na rua e a despista ao se esconder atrás dos latões de lixo. Moisés começa a sentir uma dor no peito. Com dificuldade prossegue após um momento e corre em direção da motocicleta.

Moisés: Ai! É demais para o coração de um velho com oitenta anos! Porém a Carol precisa saber a verdade… ― as dores aumentam, é quase derrubado no chão.


Retornamos ao clima tenso de Juca e Gustavo.

Gustavo: Por favor, posso explicar…

Juca: Cansado do seu teatro! Imaginei que me apunhalava pelas costas! Você é um covarde! Tão covarde que preferiu pedir para o Rodrigo realizar o serviço sujo!

Gustavo: Me perdoa… Ah! ― grita com o disparo no peito esquerdo.

Juca: Achava que você fosse esperto, me decepcionou! Adeus, Gustavo. ― arrasta o corpo de Gustavo.


Moisés aparece no casarão da fazenda, cambaleando e se escorando na parede com tontura. Joel se preocupa ao notá-lo na sala.

Joel: Moisés? Tudo bem?

Moisés: Chame a Carol, urgente, Joel!

Joel: Carol! Maria! Venham, rápido! ― empurrando a cadeira de rodas até a cozinha.

Carolina: O que aconteceu, Joel? ― acompanhada por Maria e Mel.

Joel: O Moisés! Passando mal!

Maria: Moisés! ― se encosta em Moisés que escorrega no piso.

Moisés: A Laura… Foi ela… ― resmunga ofegante.

Carolina: O quê? Não tô entendendo!

Melissa: Temos que levá-lo para um hospital!

Moisés: Espera, Mel! A Laura era a mulher do automóvel que atropelou a Cacá!

Carolina: Laura?

Joel: Caramba! O Moisés está tendo um infarto!

Melissa: Pai! Fala comigo, pai! ― balança o corpo de Moisés que não se movimenta mais. Se desespera ao perceber que ele deixou de respirar.


Ana vem com Zeca à um lugar misterioso e discreto do interior.

Ana: Por que me trouxe aqui, hein? Não descobri ainda o motivo do seu contato implorando pra vir ao vilarejo! Eu deveria aguardar o Rodrigo em São Paulo!

Laura: É por ele mesmo que te convocamos. ― pronuncia se apresentando à Ana.

Ana: Quem é você? ― olha curiosa pra Laura.

Laura: Não te interessa. ― retira o pano que cobria o rosto de Rodrigo na mesa.

Ana: Que horror… ― um arrepio destabeliza Ana observando a imagem.

Juca: É o fim trágico de qualquer um que me desafia. ― segue ao encontro deles.

Zeca: Tome, Ana. Um dinheiro pra você se virar. Aproveita a chance que o Juca te deu pra sobreviver! ― entrega um maço.

Juca: Agradeça por continuar viva. Deveria matá-la, por ter se envolvido com o Rodrigo! Escapando pela misericórdia do Zeca!

Zeca: Desapareça, Ana! Não vou poder te proteger se cometer outro erro! ― se despede de Ana que some silenciosamente do local.

Juca: Então, Laura? O que pretende agora?

Música de encerramento: John Legend – All Of Me Tema: Roberto e Carolina

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

>
Rolar para o topo