o leaao
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on tumblr

CENA 01. MANSÃO HELENA. SALA. INT. NOITE.

Continuação da última cena do capítulo anterior. Sala cheia de gente.

LETÍCIA
É, doutor Valdir ligou pra cá pra avisar. Quero saber de…

Enquanto Letícia fala, Helena sai do canto e dá um tapa em Ivan.

LETÍCIA (censura)
Helena!

IVAN
O que deu em você?

HELENA
E ainda tem o cinismo de me perguntar? Canalha! (outro tapa) Você me usou como objeto de vingança e humilhou como se eu fosse uma qualquer.

LETÍCIA
O Raul veio encher a cabeça dela de minhocas.

HELENA
Ele disse a verdade! A mais pura verdade! Você resolveu descontar a morte do seu filho mimado e ladrão nas nossas costas. Depois terminou de nos roubar, e agora está tripudiando em cima de nós, como um urubu na carniça.

LETÍCIA
O Raul estava bêbado, Helena.

HELENA
(corta; grita) Cale-se, Letícia! (a Ivan) Agora você vai devolver o que é nosso. Centavo por centavo. A propriedade de cada coisa que nos tomou.

IVAN
Não seja por isso. É isso que você quer? Pois é o que vai ter. Mas já te aviso uma coisa: você vai pagar por ser tão injusta contra mim.

HELENA
E ainda tem o descaramento de se fazer de vítima. Eu te odeio, Ivan Rangel!

NELSON
Helena…

IVAN
Deixa, Nelson. Eu sou mesmo o monstro que ela acha que sou. (a Helena) Vou limpar o nome do meu filho, nem que tenha que usar o seu como papel sanitário. (pausa) Amanhã mesmo meu advogado acerta com você o que eu e meu filho roubamos. Não quero ficar em débito com você… doutora Helena.

LETÍCIA
Ivan, não faz isso.

IVAN
Você também vai receber a sua parte, Letícia. Passar bem.

HELENA (grita)
E nunca mais apareça na minha frente!

Ivan sai. Nelson tenta ir atrás, mas Vlad o impede.

VIRGÍNIA
Mãe, por que você fez isso com ele?

HELENA (tom)
Sobe pro seu quarto, Virgínia! E não se atreva mais a falar com esse homem!

Virgínia sobe correndo e com raiva.

LETÍCIA
Você foi muito injusta, Helena! Não posso acreditar que o Raul ainda faça tanto sua cabeça.

HELENA (esbofeteia Letícia)
Traidora! Você também, fora da minha casa!

LETÍCIA
Com prazer. (a Nelson e Vlad) Vamos? Não tenho mais o que fazer aqui neste covil.

Letícia dá a mão para Vlad. Saem juntos. Nelson olha Helena atravessado e sai em seguida. Helena senta no sofá; Solange a acompanha. Nágila continua onde está.

SOLANGE
Helena, sinto muito.

HELENA
Não sinta, minha filha. Você tem muito a se preocupar com o bebê que está por vir. (chora no colo de Solange).

CENA 02. APARTAMENTO SÉRGIO. SALA. INT. NOITE.

Sérgio e Valdir conversam.

SÉRGIO
Mantenha a discrição, pois a família da Helena não pode nem desconfiar. O Ivan vai ficar feliz de saber que você se aliou a nós. Como ia dizendo, precisamos da confissão da Solange, para conseguirmos a soltura da Magda. Infelizmente ela não é ré primária. Foi presa uma vez, porque o namorado escondeu crack na casa dela. Ela nem imaginava que ele fosse traficante. (toca a campainha) Deixa eu ver quem é. Só um instante.

Sérgio abre a porta. Ivan entra agitado.

IVAN
Sérgio, temos um grande proble… (vê Valdir) Doutor Valdir? Como vai? Volto outra hora, Sérgio.

SÉRGIO
Tudo bem. É nosso aliado. Já sabe de tudo.

IVAN
Se é assim? O Raul descobriu nosso plano. Encheu a cara, fez um escândalo na mansão e contou tudo pra Helena.

SÉRGIO
E aí?

IVAN
E aí que ela ficou do lado dele. Me botou pra correr de lá. Enfim, me humilhou na frente de todo mundo. E eu vou ter que pagar o rombo que ela diz que demos na Bellatex.

SÉRGIO
Você não pode fazer isso. Como é que vai ficar? Não vai sobrar quase nada.

IVAN
Acho que sobra o bastante pra acabar com a raça daquela infeliz da Solange.

VALDIR
Concordo com o doutor Sérgio. Pagar à dona Helena seria uma confissão do crime do doutor Mário. Não faça nada, até desmascarar a Solange. Enquanto isso, uso de enrolações jurídicas com a dona Helena.

IVAN
Neste caso, temos que agir rápido.

CENA 03. BELLATEX. FRENTE. EXT. DIA.

Sonoplastia: Lost On You — LP. Amanhece. imagem da fachada.

CENA 04. BELLATEX. SALA HELENA. INT. DIA.

Helena e Marcos entram com Lilian, a secretária nova. Todos se sentam à mesa.

HELENA
Lilian, alguma novidade? Espero que seja boa, porque estou com uma dor de cabeça miserável.

LILIAN
Infelizmente, não é. O doutor Valdir ligou. Avisou que o doutor Ivan até tentou reaver os bens à senhora, mas que isso só é possível após uma denúncia formal e uma consequente condenação contra ele.

MARCOS
E o que estamos esperando, mãe?

HELENA
Marcos, não é tão fácil assim. Apesar de sabermos que Ivan é o mentor do filho, não temos provas para acusá-lo. Se o fizermos, e se ele se safa das acusações, processa todos nós por calúnia e difamação.

LILIAN
E o doutor Valdir não acha apropriado abrir qualquer processo neste momento. Ainda mais depois da prisão do doutor Raul.

HELENA
E ainda temos isso. (a Lilian) Mais alguma coisa?

LILIAN
Sim. A reunião com os gregos está confirmada às seis.

HELENA
Obrigada, Lilian. Pode sair.

Lilian sai.

CENA 05. SHOPPING CENTER. INT. DIA.

Sonoplastia: When You’re Gone – Benjamin Orr. Vlad e Letícia passeiam pelo shopping.

LETÍCIA
Não esperava isso da Helena. Achei que ela não ia levar em consideração as besteiras que o Raul disse. Ele sempre odiou o Ivan.

VLAD
Por ciúme, uma pessoa é capaz de destruir outra.

LETÍCIA
Por despeito, isso sim. Do Raul esperava qualquer coisa. Nunca confiei nele. Mas a Helena? Fiquei decepcionada de verdade. Quando ela me bateu, meu primeiro impulso foi revidar.

VLAD
Non valia a pena agir como êla.

LETÍCIA
A melhor coisa que fiz foi sair da Bellatex. Assim não preciso mais cruzar com eles, e posso me dedicar às coisas que realmente amo. Minhas coleções; meu pai; meu russo favorito. (beija-o) Você me espera um minutinho? Vou à toalete.

VLAD
Te espêro.

Mais um selinho. Letícia entra no banheiro. Sonoplastia (até a cena 07): suspense. Solange surge por trás de Vlad, que toma um susto.

SOLANGE
Não pensa que esqueci da nossa conversinha lá da biblioteca.

VLAD
Que conversinha? Só nos esbarramos na porta.

Solange o arrasta para o banheiro masculino.

CENA 06. SHOPPING CENTER. BANHEIRO MASCULINO. INT. DIA.

Banheiro vazio. Solange leva Vlad até o box e fecha a portinha.

SOLANGE
Tá achando que não sei que você ficou me espionando, ô KGB?

VLAD (joga)
Tá bom, eu ouvi sim. Ouvi tudo que você falou. Fiz isso pra seu bem. Estou do seu lado. Preciso te proteger daqueles que querem te ferrar. Ivan é um deles. Ele sabe quem você é, e está vai te usar até confessar o que ele quer.

SOLANGE
Você não pode estar falando sério. Ivan é um velho babaca.

VLAD
É o mais esperta de todos. Cuidado com ele. Ele sabe que foi você que tomou dinheiro da Helena. Sabe até quem é o hacker que faz serviço suja. Colocou um detetive atrás de você.

SOLANGE
Filho de uma puta maldita!

VLAD
Eu pôsso te ajudar a tomar dinheiro dele também, sem que ele desconfie. Mas você tem que ser rápida.

SOLANGE
Você está blefando com ajuda da Letícia.

VLAD
A idiôta da Letícia nem sonha que estou do teu lado.

Solange sorri e o beija.

CENA 07. SHOPPING CENTER. INT. DIA.

Sonoplastia: Anywhere – Rita Ora. Letícia sai do banheiro feminino. Não vê Vlad.

LETÍCIA
Vlad? Cadê você? Ué, que estranho.

VLAD (sai do outro banheiro)
Estou aqui, liúba. Desculpa. Fiquei com vontade também.

LETÍCIA
Ai, que bom! Tava com medo de ficar sozinha.

Eles se abraçam e voltam a andar pelo shopping. Saem de cena. Solange sai em seguida.

SOLANGE (VO)
Quer dizer que você quer duelar comigo, velhote? Você não me conhece.

CENA 08. APARTAMENTO SÉRGIO. SALA. INT. DIA.

Ivan, Nelson, Sérgio, Valdir, Ângela e Carlos conversam sobre o plano.

NELSON
Ivan Cerqueira de Queiroz, vulgo ICQ. Esse é o nome do hacker que trabalha pra Solange e que fez os dois roubos.

IVAN
Esse sujeitinho ainda tem a audácia de ter meu nome.

NELSON
Playboy da Zona Sul carioca. Se mudou pra São Paulo faz uns dois ou três anos. E acreditem: conhecido do senhor Vladímir Bureyev, o Vlad. Oficialmente fotógrafo, e hacker nas horas vagas. Conheceu Pedro na noitada, e este o apresentou à Solange em seguida.

CARLOS
Então, se o Vlad o conhece, fica fácil pra ele atrair o tal ICQ pra tentar o novo roubo ao Ivan.

IVAN
Exatamente. Mas antes que ele consiga, a polícia… tum-tum-tum na porta deles. (ri)

CENA 09. MANSÃO HELENA. SALA. INT. DIA.

Virgínia entra com Sabrina. Nágila se aproxima delas.

NÁGILA
Já voltou, Virgínia? Como foi a aula de escultura?

VIRGÍNIA
Não tão boa quanto as outras.

NÁGILA
Você está triste com sua mãe, não está? Me apresenta a sua amiga.

VIRGÍNIA
Esta é a Sabrina, lá do curso. Sabrina, essa é a Nágila.

SABRINA
Como vai, dona Nágila?

NÁGILA (carinhosa)
Só Nágila, por favor. Sou a governanta. Sabe que você me lembra a Solange, uma moça que mora aqui em casa?

SABRINA
Eu tenho uma irmã chamada Solange. Será que é a mesma?

VIRGÍNIA
Seria muita coincidência.

Solange entra apressada. Sabrina a vê, quando esta sobe as escadas.

SABRINA
Solange?

Solange para na metade da escadaria, surpresa com a voz de Sabrina.

SOLANGE
O que você tá fazendo aqui, Sabrina? Volta pra…

VIRGÍNIA
Bom dia, Solange!

SABRINA
Isso é jeito de me receber, irmã?

SOLANGE
Eu não quero você aqui!

SABRINA
Faz muito tempo que você não vai me visitar. Desde a morte da mãe, sabia?

NÁGILA
Meninas, se acalmem! Sabrina, vem com a gente. Vou preparar um lanche maravilhoso pra você e Virgínia.

SOLANGE
Isso mesmo, Nágila. Some com esse embuste da minha frente.

Solange termina de subir as escadas e sai de cena. Sabrina, triste, segue as outras duas.

CENA 10. MANSÃO HELENA. QUARTO MARCOS. INT. DIA.

Solange entra e faz uma ligação no celular.

SOLANGE
Oi, ICQ, sou eu… Quando acho que vou me livrar de uma assombração, aparece outra… Minha irmã enfiada na mansão… Acho que é amiga da Virgínia… Não liguei pra isso não… Tenho um novo serviço pra tu… Pedro já era, agora tô com outro… Vlad… Sim, o russo… Conhece?… Não, não é a Vivi… Agora o alvo é o pai do Mário… O de sempre. A grana toda… Amanhã no apart? Fechado! (desliga)

CENA 11. APARTAMENTO SÉRGIO. SALA. INT. DIA.

Os mesmos personagens da cena 08 na cena. Sérgio com o notebook ligado, e os demais em volta.

IVAN
Vocês ouviram, não? Amanhã, a qualquer momento, pegamos a biscate. Sérgio, coloca no pen drive e leva junto com os dossiês à polícia. Carlos faz plantão no prédio dela, mas não deixa ela te ver. Nelson te dá cobertura. Sérgio e eu com a Ângela no apartamento do Nelson. Lá as suspeitas são mínimas. E você, Valdir, fica na Bellatex como se nada estivesse acontecendo. Qualquer toque, e você vai pra delegacia.

OS DEMAIS
Fechado! Combinado!

IVAN
Só mais um dia.

CENA 12. MANSÃO HELENA. SALA JANTAR. INT. DIA.

Sabrina e Virgínia conversam, enquanto lancham. Nágila ao fundo.

SABRINA
Nós duas tivemos uma vida muito sofrida. Eu e a Solange. A mãe fez de tudo pra não faltar nada na mesa. Eu ainda ajudava minha mãe, mas a Solange sempre foi mais revoltada. Queria uma vida de luxo. Até que um dia a mãe conheceu um coroa. Ele era um cara legal, bonitão, cheio da grana. A Solange tentou dar golpe da barriga nele, mas ele não queria nada com ela. Então ela chamou um cara encapuzado sei lá de onde pra matar o coitado.

NÁGILA
Que coisa horrível!

SABRINA
Quando a mãe chegou em casa e viu o namorado morto… Teve um infarto fulminante. A nossa vizinha viu tudo. Ângela era a única amiga que a mãe tinha. Era enfermeira.

VIRGÍNIA
Acho que já vi essa Ângela em algum lugar.

NÁGILA
Na festa daquele maldito.

SOLANGE (entra)
Já chega desse assunto chato! Não quero mais ouvir falar nela. Essa Ângela é uma cobra invejosa que sempre quis me foder.

SABRINA
Você sabe que não é verdade! O que você tá fazendo da sua vida, Solange? Uma besteira atrás da outra, desde que me dou por gente. Será que você nunca vai se corrigir, Solange?

SOLANGE
Isso é o que já fiz há muito tempo. Bem longe de você. Tenho tudo que mereço. Sou rica, bem casada, dona da minha vida.

NÁGILA
Sabrina, você sabia que vai ganhar um sobrinho?

SABRINA
Você está grávida?

SOLANGE
Você fala demais, Nágila!

CENA 13. SÃO PAULO. EXT. NOITE.

Sonoplastia: Tom’s Diner – Giorgio Moroder ft Britney Spears. Anoitece. Imagens dos pedestres andando pelas ruas da capital.

CENA 14. APARTAMENTO IVAN. SALA. INT. NOITE.

Ivan abre a porta para Solange. Ambos fingidos.

IVAN
Solange, a que devo a honra?

SOLANGE
Queria te visitar. Te falar que achei muito injusta a atitude da Helena. Tentei conversar com ela, mas a Helena não ouve ninguém.

IVAN
Acho muito bonito da sua parte. De verdade. Mas quando a Helena coloca uma coisa na cabeça, não tem quem tire. No fundo, ela ainda ama o Raul, mas não quer admitir. Talvez por ele não é o ideal de homem que ela precisa para os negócios. Tenho pena dos dois.

SOLANGE
Ivan, posso te fazer uma pergunta?

IVAN
Sim, faça.

SOLANGE
Você a ama?

IVAN
Não. Acho que não. Foi um namoro agradável enquanto durou. Mas amor só senti por uma mulher: a mãe de Mário. Com a Helena foi mais amizade. Não sei exatamente como definir.

SOLANGE
E por mim?

IVAN
Por você? Assim você me deixa…

Sonoplastia: Lust For Life – Lana Del Rey & The Weeknd. Solange o beija com desejo. Ivan corresponde. Ivan senta no sofá; Ela senta de frente e por cima dele. Beijos mais acalorados.

CENA 15. APARTAMENTO VLAD. SALA. INT. NOITE.

Letícia à mesa desenhando modelitos. Vlad a beija por trás, no rosto.

VLAD
Acordada até essa hôra?

LETÍCIA
É, aproveitei pra desenhar. Quando alguma coisa vem na cabeça, preciso logo colocar no papel. E você, sem sono?

VLAD (mente)
Amanhã tem um evento que non queria cobrir. Aliança de políticos. Pura falsidade. Corrupção, lavagem de dinheiro, sorrisos e champagne pra enganar o povo. Nisso o Brasil e a Rússia son iguais.

LETÍCIA
Política não é pra mim. Tenho horror. Tô quase acabando o desenho aqui. Por que não assistimos a um filme? Você escolhe.

VLAD
“Um Homem Com Uma Câmera” de Dziga Vertov. Muito bom.

LETÍCIA
Topo!

Eles se beijam. Enquanto ela continua a desenhar, ele liga a TV.

CENA 16. PRÉDIO IVAN. FRENTE. EXT. DIA.

Sonoplastia: Um Leão — Pitty. Amanhece. Imagem da frente do prédio.

CENA 17. APARTAMENTO IVAN. SALA. INT. DIA.

Sonoplastia: suspense. Solange entra pelo corredor, sorrateiramente. Percorre todos os objetos, até achar a carteira de Ivan sobre a escrivaninha. Mexe na carteira, até achar o cartão do banco. Pega-o e lê o número da conta. Tira foto com o celular. Coloca o cartão de volta na carteira, e esta sobre a escrivaninha. Sorri orgulhosa de si mesma.

SOLANGE (VO)
É agora, Solange!

Efeito de fim de capítulo: imagem congela. Sonoplastia: rugido de leão.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

Você também poderá gostar de ler:

Você também poderá gostar de ler:

>
Rolar para o topo