No último capítulo, num momento de fúria, por ter todo o seu segredo descoberto, Fagundes/Cassiano, ainda está com Sara em seu domínio. E, após muita insistência, acabou por soltar a moça, mas permanece com a faca em mãos.

Romero e Divina, tenta a todo custo se aproximar do filho, mas o mesmo ainda não aceita esta aproximação.

FAGUNDES: Não quero ninguém perto de mim. Sou um homem incapaz de amar e de ser amado.

DIVINA: Não diga isso meu filho. Nós te amamos.

HELENA: Meu amor, estamos com você, queremos o seu bem.

FAGUNDES: (andando pelo salão com a faca na mão) Vejo que não tenho outra maneira de tentar amenizar todo mal que causei, a não ser reconhecer. Por isso, mesmo sabendo que é em vão, peço perdão para a família de Alfredo, a quem matei e roubei tudo dele, até mesmo sua identidade. Peço perdão aos meus pais, Romero e Divina, a quem tanto maltratei com palavras e ações e mesmo assim me amam incondicionalmente. Peço perdão a minha esposa, Helena e a meu filho Antunes, por ter os enganado, por ter os feito viver com um farsante, mas lhes digo que lhes quero bem. Peço perdão a Raul e Serena por ter deixado a ganância me dominar mais uma vez. Peço perdão a Quirina pelos longos anos de sofrimento causados pela separação da filha que eu proporcionei, peço perdão a José, Tonho, Maria e Tio João por ter lhes feito sofrer tanto quando escravos. Enfim me redimo e peço perdão, pois vejo que neste mundo não há mais espaço para um ser repugnante como eu. Preciso por um ponto final a tantos sofrimentos. Não se preocupem comigo, não tem como continuar com uma vida cheia de ações perversas.

Divina e Romero se abraçam e…

DIVINA: Filho, você tem o nosso perdão. Vamos viver juntos, será um novo tempo.

FAGUNDES: Não minha mãe, seria muita hipocrisia de minha parte.

ANTUNES: Papai, nós o ajudaremos a ser um novo homem, um homem de coração bom.

FAGUNDES: Meu filho, tudo o que quero é que sejas feliz. E olha (pega no braço de Antunes e o leva até Sara) quero que sejam felizes, eu abençoou a união de vocês. Helena você foi a mulher de minha vida, embora eu não ter sabido valorizá-la.

Fagundes/Cassiano, caminha em direção à porta principal e…

FAGUNDES/CASSIANO: Chega, me perdoem tem de ser assim!

Nesse instante Fagundes/cassiano, perfura sua barriga com a faca e ali mesmo cai.

Romero, Divina e Antunes correm em sua direção, mas nada mais pode ser feito. O filho, o pai tirou a própria vida, causando ali no ambiente grande comoção.

Foi um momento difícil de ser vivido pelos familiares, mas eles têm em seus corações que Cassiano se arrependeu de tudo que fez. E que agora está em um bom lugar.

Prepararam o velório, sepultaram o corpo de Cassiano e agora levarão a vida como der.

 

Dois dias depois

 

Na pensão, ainda se encontram Agenor, Tereza, Raul e Roberto e estão tentando encontrar uma ideia sobre o que fazer com a fazenda que está no nome do filho Alfredo. Quando Sara e Antunes chegam e…

ANTUNES: Com licença, veja que estão tentando encontrar uma solução sobre o que fazer com a fazenda. Sara tem uma solução, se vocês aceitarem, o problema será solucionado.

RAUL: Pois não! Aceitamos ajuda sim. Tudo está tão embaralhado ainda.

SARA: Se vocês forem vender a fazenda, eu a compro e vocês voltarão para Portugal com o dinheiro em mãos.

AGENOR: Tem certeza moça?

TEREZA: Seria muito bom.

SARA: Tenho interesse em compra-la.

RAUL: Ok, venderemos a fazenda para a senhorita.

E assim foi feito. Sara Comprou a fazenda, onde pretende viver com Antunes após o casamento.

 

Os familiares de Alfredo Fagundes, retornam para Portugal levando consigo uma triste decepção, a de não ter encontrado o filho com vida, mas porão um ponto final nesta angustia da falta de notícias durante a tantos anos.
Sara e Quirina, mesmo após a compra da fazenda continuam morando na pensão até o casamento. Helena e Antunes voltaram e permanecerão na fazenda.

 

Dois meses depois

 

Adelaide viu que perdera Antunes para Sara. Então, aceitou o pedido de casamento de Julio. E na fazenda de seu pai, Pereira, estão todos envolvidos com os preparativos da cerimônia. Que será ao entardecer. Estando tudo pronto, os convidados começam a chegar e Julio está muito feliz, por ter ganhado o amor de Adelaide.

JULIO: Estou muito feliz papai. Quero fazer Adelaide a mulher mais feliz do mundo.

RAIMUNDO: Eu e sua mãe estamos torcendo pela felicidade de vocês.

SERENA: Isso mesmo meu filho. Que sejam felizes para sempre.

JULIO: Só estou triste em ter que deixar o senhor sozinho na fazenda de dona Sara.

RAIMUNDO: Não se preocupe, segue sua vida com sua esposa, seja fiel ao seu sogro, que estará depositando a confiança de gerente de sua fazenda. A partir de agora você será um homem chefe de família. Olhe para o futuro e viva intensamente o presente.

E assim a cerimônia se inicia, Adelaide e Julio se casam. Os convidados se socializam com toda a fartura de alimentos preparados.

SARA: Quero que nosso casamento seja assim também, com muita fartura.

QUIRINA: Terei o maior prazer em preparar a alimentação do casamento de meus filhos.

SARA: Como assim? A senhora é a mãe da noiva. E outra coisa nunca mais quero ver a senhora em uma cozinha dona Quirina. Esquece de cozinha.

ANTUNES: Isso mesmo. Agora vais desfrutar do sonho que você sempre teve. Aquele sonho intenso de encontrar a filha que um dia foi obrigada a deixar. E mais, agora é Sara e eu, pois a considero como minha segunda mãe.

SARA: A partir de amanhã, não assinarei como Sara mais e sim como Rosa, o tabelião já fez minha nova certidão conforme lhe pedi. Quero ter o nome que minha mãe me deu ao nascer. Me casarei usando o novo nome.

 

Dois dias depois

 

O tempo passou, e o dia do casamento de Rosa e Antunes chegou. Depois de vencer grandes obstáculos, o amor venceu mais uma batalha.

Tudo pronto, o casamento vai acontecer, os convidados estão a espera. E Quirina cheia de satisfação conduz sua filha Rosa até ao altar e a entrega a Antunes, o seu filho de leite.

Antunes e Rosa se casam, e ficam morando na fazenda que um dia foi dominado por um coronel farsante e dominador. No lugar entrou o amor, a compreensão, o respeito mútuo. Foi feita uma faxina geral na casa grande, o porão que guardava tristes lembranças, fora destruído e no lugar um jardim florido foi edificado. Um lugar em que outrora muitos sonhos foram interrompidos e agora o amor, somente o amor imperará.
Que cada um de nós possamos sonhar intensamente e jamais desistir desses sonhos, pois só com afinco e perseverança alcançaremos o que tanto sonhamos.

Fim.

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

>
Rolar para o topo