VOCÊ ESTÁ LENDO:

PESADELO SEASON 2 – Capitulo 14: Uma porta entreaberta (season final)

Seu desejo era voltar para casa.

Ao atravessar o portal Jonas fora transportado novamente para o mesmo lugar de onde havia partido. Ele estava de volta em seu quarto. Tudo permanecera do mesmo jeito que ele o deixara, ainda era noite, era como se ele não tivesse saído daquele lugar nem vivido uma aventura incrível, talvez tudo não passasse de um sonho, mas ele sabia a verdade.

Em sua mão estava a chave mestra, a prova de que ele havia viajado, lutado contra monstros e vencido. 

Jonas se tornara um campeão, assim como seu pai, e como ele abdicara de um grande prêmio para retornar para seu verdadeiro mundo, onde ele ainda era uma criança de dez anos, estava longe de ser um especialista em luta corpo a corpo ou quem sabe o grande mestre de um reino longínquo.

Por um breve instante ele se perdera nas memorias, nos amigos que fizera, no beijo e na promessa de um dia retornar para tomar o que era seu por direto. 

Um sorriso brotou em seus lábios ao olha em volta e encontrar a porta do armário ainda aberta, aproximando-se dela notou o pequeno feixe de luz dava a ele a certeza de que poderia voltar aquele lugar magico quando quisesse.

— Eu vou voltar! — Prometeu, girando a chave na fechadura, checando-a em seguida se a porta estava realmente trancada.

O garoto olhou novamente pelo quarto para ter certeza de que estava realmente sozinho, caminhou até a porta do quaro para checar se tudo estava bem antes de deitar-se na cama.

Deu uma última olhada na janela, antes de pegar a pequena caixa de madeira e guardar dentro dela a chave de portal, pondo-a em seguida em sua mesinha de cabeceira.

Ele sorriu para ela mais uma vez, antes de se aninhar em suas cobertas, relaxar e adormecer, na esperança de encontrá-la novamente em seus sonhos, como Pandora havia lhe prometido.

“Te vejo nos seus melhores sonhos! ”

 

FIM!

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

>
Rolar para o topo