Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on tumblr

Olá, querido(a) leitor(a) do Cyber Backstage! Como está sendo a manhã de sábado de você? Se estava ruim, agora vai ficar bom; e se estava bom, vai ficar ainda melhor.

O programa de hoje é dedicado a três aniversariantes: a escritora Andressa de Abreu e as duas grandes amigas minhas Aparecida Takeda e Maria Ivaneide Furtado. Parabéns e muitos anos de vida, amor, saúde, sucesso e prosperidade pra vocês!


  • Além de escrever a próxima novela Ser Feliz, o nosso “mascote” Henzo Viturino também é blogueiro. É dele o WebMax, que tem tido muitos acessos e arrancado elogios desde que foi lançado.

  • A novela Recomeçar, de Lyvia Peroba, exibida pela CyberTV no início deste ano, está em reprise no blog do Henzo. Outro repeteco é o da minissérie Sabrina, atração de Failon Teixeira já vista na WebMundi.

  • Falando no Failon, ele prepara duas novidades para a CyberTV. Uma delas é o programa de entrevistas Conta +, que estreia em 10 de novembro. Será exibido nos sábados às 13h. Um dos primeiros entrevistados será Everton Brito. A outra é a série A Ilha Misteriosa, para 2019.

  • As resenhas do quadro De Olho na CyberTV do Cyber Show ganharão programa próprio, o Observatório da Escrita, a partir de 4 de novembro às 18h. No mesmo dia, um formato novo será lançado no De Olho. Ficarei no comando das duas atrações.

  • No ar com as minisséries O Dia da Faxina e Removidos, Geraldo Medeiros Jr vem com mais uma obra de tirar o fôlego: Nano. A estreia será em breve.

  • Vale Dicere mal estreou na WebTV, e a minissérie de Melqui Rodrigues já levou o Mundo Virtual à loucura. Ontem (19) não se falava em outra coisa nos bastidores. Cristina Ravela (Gato Preto, Anti-Herói, Blog da Zih), por exemplo, ficou encantada não só com a história, como pelo design gráfico da página da história.

  • Famoso cosplayer do ator Robert Downey Jr, o mexicano Braulio Ledezma foi o entrevistado da Débora Costa no Cyber Show do último domingo (14). Dias depois, ele compartilhou o link da entrevista e agradeceu à equipe do programa pelo Facebook. Débora, assim como toda a equipe do programa, está sorrindo de orelha a orelha até agora. Segue o print feito por ela:



ÚLTIMO CAPÍTULO
Hoje (20/10), às oito da noite.
Novela de Pedro Félix.
Não percam!


Na semana passada você pode conhecer um pouco sobre o trabalho e o estilo do Alberto Sant’Anna, de Doces Mentiras. A convidada de hoje também é dramaturga da web. Arretada como toda boa nordestina, LYVIA PEROBA já assinou três trabalhos aqui na CyberTV: Recomeçar, Bossa Nova e a recém-exibida Senhora do Sertão.

1) Como você se descobriu escritora?
Eu me descobri escritora ainda criança, eu gostava de ler livros infantis, gibis, e a coletânea da Barsa (Enciclopédia) passa horas no gabinete da casa dos meus avós, onde eu morava, lendo aqueles livros, eu escrevia pequenos contos infantis. Quando cheguei na adolescência conheci por caso o livro “Senhora” de José de Alencar, este livro estava esquecido em uma gaveta de um armário, quando li esse livro foi uma descoberta pra mim, um encontro com a literatura brasileira, depois disso não parei mais de escrever. Lembro que meu primeiro roteiro de novela se chamava “Romance”, eu não o tenho mais.

2) Como você conheceu a CyberTV?
Conheci o site pela rede social facebook após buscar um site que trouxesse um ar mais profissional para esse mundo dos webescritores. Quando vi o designe do site me apaixonei.

3) Como surgiu a Senhora do Sertão?
A Senhora do Sertão surgiu de repente, comecei a ter uma vontade de criar uma história de uma mulher que tivesse uma personalidade forte, que fosse a frente do seu tempo e que ao mesmo tempo fosse doce e feminina, assim surgiu a Ana Branca, depois seus dois amados Casemiro e Dagoberto e em seguida seus quatro filhos Bernardo, Lucas, João Carlos (Juca) e Valentim. E também sempre tive o desejo de escrever sobre o sertão, mas fugindo da velha temática do sofrimento, tentei deixar algo mais leve e que tivesse umas doses de humor, espero ter conseguido passar o que eu realmente queria.

4) Você se identifica com algum personagem ou com algum tema retratado na novela?
Sim, com quase todos os personagens. Me identifico com Ana Branca, a sua forma determinada de seguir os seus sonhos, sua feminilidade, seu amor pela família, pelo trabalho na fazenda, no qual lhe deu o respeito na cidade como a Senhora do Sertão, também me identifico com Casemiro, o jeito sábio dele, sua clareza, franqueza, e outros como o Valentim, que leva tudo pro bom humor e sua espontaneidade, e outros, mas todos mundo na vida tem os seus dias de Coronel Nonato (risos) .

5) Você mudaria alguma coisa em Senhora do Sertão, agora que terminou de escrever?
Não mudaria nada, tudo foi do jeitinho que tinha que ser. É uma pena que acabou, mas foi um circulo que se fechou e logo mais outras histórias virão, aguardem…

6) Qual foi a cena da novela que você mais gostou de escrever?
Muitas cenas foram as que mais gostei de escrever, como por exemplo, a cena que Coronel Nonato encontra Ana Branca na fazenda do Casemiro, achei cômica, as cenas do Valentim, Carolina e a beata Cândida, e as cenas finais que fizeram parte do desfecho desse romance porque a moral da história da Senhora do Sertão é sobre escolhas, como nossas escolhas são importantes em nossas vidas e também sobre a liberdade, todos temos o direito de ter a liberdade de seguir nossos seus caminhos, os sonhos, os amores.

7) Você retratou muito bem a vida do povo nordestino em Senhora do Sertão. Você acha que as obras da TV e do cinema fazem o mesmo? Qual é a sua opinião sobre isso?
Bom, algumas obras são boas e até retratam o lado do humor que o nordeste tem, porém existe certo exagero em algumas obras, pois quem ver de fora e nunca teve esse acesso ao nordeste acaba tendo uma visão distorcida. O nordeste tem suas belezas, um povo cheio de história pra contar.

8) Como é a sua rotina ao escrever os capítulos das novelas e das séries?
Tento estar bem adiantada nos capítulos para não ter problema de atrasar e correr o risco do dia não ter capítulo e isso é falta de respeito com o público, claro que pode existir alguns imprevistos, mas o quanto adiantado e agendado melhor. As cenas eu crio tudo na minha cabeça, uma música ajuda, um fato no dia-a-dia, uma conversa, a natureza, amo a natureza e ela ajuda e muito na criatividade também, por exemplo, o céu alaranjado do entardecer que tanto relatei nos capítulos, me inspirei no céu nas tarde em Maceió.

9) Fale um pouco sobre seus próximos projetos em Webdramaturgia.
Vou começar a escrever novamente ano que vem e pretendo lançar mais webséries ou minisséries, a próxima vai ser Belo Litoral, que seria antes de Senhora do Sertão, vou fazer algumas modificações e espero que Belo Litoral possa encantar como Senhora do Sertão.

10) Como você lida com o bloqueio criativo?
Força a barra não dá, quando é pra vim a criatividade vem, quando não, não adianta. Então, faço uma pausa, dou um tempo, e deixo que a própria criatividade me leve como e o que vou escrever sobre determinada cena.

11) Você atualmente apresenta o quadro Mundo Latino e vai comandar o Top Music. Como está sendo essa dupla experiência pra você?
Algo que me fez resgatar o meu gosto pela música latina, minha outra paixão além de escrever. Vem mais novidade por aí.

12) Você costuma ler outras séries e novelas na CyberTV? Se sim, quais?
Acho que li a maioria como Hierarquia, Dois destinos, Coração Partidos, Garota de Ipanema, Insensatez, O Leão, Triangulo Amoroso. Gostaria de ler todas.

13) Deixe um recado para os leitores do Cyber Backstage.
Eu quero agradecer a todos que leram e prestigiaram a Senhora do Sertão, essa história foi feita com muito amor, com muito carinho e espero de coração que cada um daqueles personagens possam ter sido uma inspiração, um aprendizado para todos, assim como foi comigo. E aguardem mais história minhas que vão vim lá pra 2019. Agradeço pela entrevista, Marcelo. Beijos.

Obrigado pela sua participação, Lyvia! E você, leitor(a)? Gostou de conhecer um pouco mais da nossa querida autora? Espero que sim. Vamos continuar agora com uma novidade que tem causado a curiosidade de muita gente nas redes sociais.


Você já deve ter visto nas redes sociais, especialmente no Facebook e no Instagram, teasers curiosos como estes:

Trata-se da mais nova série da CyberTV. Com estreia prevista para o início de novembro, 00:00 promete fazer a alegria dos leitores nas madrugadas de domingo para segunda-feira. Fantasmas, bruxas, retratos vivos, bonecas, jogos macabros, dramas psicológicos e outros temas misteriosos e apavorantes estão entre os temas abordados no primeiro trabalho do projeto Autoria Coletiva.

Um time de 15 escritores, entre membros da emissora e convidados especiais, é comandado por Isa Miranda (A Dama Negra). Cada episódio da antologia é escrito por um desses autores. Segue o elenco:

A repercussão tem sido grande não só aqui no Brasil, como também lá fora. Até uma romena chamada Joana ficou interessada por 00:00. Estamos chiques, benhê! Olha só o print que Melqui Rodrigues enviou:


O chamado “politicamente correto” é um fenômeno que tem ganhado força tanto na vida cotidiana, quanto nas obras artísticas. Aos poucos, vemos tal situação penetrar em todos os meios de comunicação, da TV à literatura impressa, passando pelas webnovelas e webséries. Alguns autores acreditam ser necessário adequar-se às novas normas de conduta e de pensamento. Outros creem que o “politicamente correto” limita sua liberdade de expressão e sua criatividade.

O que você, leitor(a), pensa disso? Envie sua opinião para mdknovelas@gmail.com.


REVISTAS – Parte 1

Você curte ou curtia ler revistas antigas sobre TV, como Amiga, Contigo! e Sétimo Céu? Gosta de ver fotos de seus artistas preferidos do passado? De ler suas entrevistas ou os resumos das novelas? Mas não quer gastar um centavo sequer com exemplares raros nos sebos ou no Mercado Livre? Não se preocupe. Existe uma ótima solução: é o blog Tudo Isso É TV do Césio Vital Gaudereto. As postagens são quase diárias, e o acervo riquíssimo contempla a telinha dos anos 60 a 90. Tem até uma revistinha virtual própria, editada pelo próprio blogueiro. Sempre dou uma espiada nas novidades quando acordo. Gosto muito. Abaixo seguem duas amostras retiradas de lá. Para entrar no site, clique aqui.

REVISTAS – Parte 2

Outro blog muito interessante é o Astros em Revista, do ator e blogueiro Orias Elias. A ideia é parecida com a do Tudo Isto É TV. Só que aqui as postagens são divididas por artistas e por segmento (teatro, TV, cinema e capas de revistas). A atualização tem sido menos frequente em relação ao outro blog, mas o material também é riquíssimo. Fotos conhecidas e raríssimas se misturam com a biografia de cada profissional destacado. É de passar horas se divertindo com tanta preciosidade. Muito bom! Para entrar, clique aqui.


E por hoje é só! Mas no sábado que vem tem mais Cyber Backstage neste mesmo horário e neste mesmo canal. Obrigado pela audiência. Até a próxima! Abração!

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

  • Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

    Você também poderá gostar de ler:

    Você também poderá gostar de ler:

    >
    Rolar para o topo