Olá, leitor(a)! Tudo bom você? O Observatório está de volta do hiatus e traz uma resenha quentinha como pão de queijo feito na hora. Vamos lá!

 


 

 

Há poucas semanas, estreou a nova série do Megapro. Segura a Onda, de João Monteiro, narra os bastidores do Show da Vida, um reality show de namoro em estilo The Bachelor — famoso no mundo todo —, cuja premissa está em um galã rico à procura de uma pretendente e em diversas moças que se candidatam à vaga. O Show da Vida, título do programa fictício, é comandado por três mulheres de caráter pra lá de duvidoso: a apresentadora Maria Clara, a produtora Lara e a produtora executiva Solange. Uma tenta passar a perna nas outras com armações e baixarias de todo tipo. Vamos aos destaques do primeiro episódio.

 

Na segunda cena, as gravações do reality se sucedem numa compilação de cenas entre cortes descontínuos. Bom esquema. Porém, o autor coloca na descrição da subcena B que o programa entra na sétima temporada e, depois, repete a informação na primeira fala de Maria Clara. Seria mais eficiente se o dado só aparecesse no diálogo, já que pouco interfere na ação da equipe de produção. A descrição ficaria mais enxuta, sem perder conteúdo, assim (sugestão):

 

B) Na praia, os elementos da equipe do reality se preparam para iniciar as gravações.

 

Pronto. A ação é essa. O resto é complemento e pode ficar para a personagem.

Em seguida, Monteiro dá algumas instruções para a câmera e para a edição, tudo limpo e eficiente. Ponto cheio aqui! Enquanto isso, as candidatas se apresentam; entre elas: a mística e vegana Flora, a influenciadora Tatiana, a dominadora Samantha, a transexual Caroline e a garota de programa Irene. Elas têm objetivos bem claros de conquistar o bonitão, seja por amor, seja pelo dinheiro. Nome do alvo: Justin.

Existe manipulação em reality show? Pelo menos no Show da Vida, sim e é escancarada, como na cena em que Lara “dirige” o jantar de Justin e Tatiana. Uma das peças do jogo é a ex do rapaz, Samantha, infiltrada para pôr fogo no parquinho e aumentar os índices de audiência da atração. Semente plantada: as duas concorrentes saem no tapa. Nesse meio tempo, sabendo do interesse de Justin por Petra, outra participante, Lara junta o possível casal numa praia paradisíaca. Depois, faz Maria Clara falar mal de Solange. Gustavo César filma com o celular e envia o vídeo da intriga para a patroa. Resultado: a apresentadora é demitida na última cena.

O episódio é curto — tem apenas 19 páginas, sem contar a capa, e de rápida leitura. Sucedem-se dois “blocos”: a apresentação do programa e o desenrolar com as armações de Lara, o grande destaque do capítulo. Samantha também promete causar no desenrolar da trama. Outros personagens centrais, não foram tão desenvolvidos com relação aos conflitos, mas não deixam de ser interessantes ainda assim, e isso se deve aos diálogos. O autor poderia ter explorado um pouquinho mais a rivalidade entre as três protagonistas. Apresentações físicas e de personalidade, ok. Por outro lado, faltou a descrição de alguns ambientes, principalmente das internas e houve diversas inadequações ortográficas e de pontuação. Mas o que deixou com um ar de lacuna foi a primeira cena, em que Irene cai no mar, em um flash-forward. Não houve qualquer outra menção à possibilidade ou a um motivo, nem mesmo suspense, durante o episódio. Aliás, Irene nem destaque teve, a não ser se apresentar intercaladamente com duas colegas. Sabe-se que ela terá seu brilho mais pra frente, mas, do jeito que ficou no roteiro, pareceu uma sequência solta. No mais, uma boa comédia com toques de suspense e vilania desenvolvida pelo português João Monteiro. Sucesso desde já!

Segura a Onda é exibida às terças-feiras às 20h. Imperdível!

 


 

A resenha da próxima semana será Travessia, novela de Leo Cardz.

Vamos escolher a crítica do dia 14/03? Aí vai o formulário: (votações encerradas)

 


O Observatório da Escrita fica por aqui. Não perca o Cyber Backstage às 19h!

 

novela de TALES DIAS
disponível no catálogo

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

LEIA MAIS DESTE CONTEÚDO:

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

>
Rolar para o topo