Cena 1,Escola, Saída, Tarde.

A cena segue exatamente do ponto em que havia parado.

Laura:Eu sou, Eu sou uma amiga da sua mãe que está muito feliz de te conhecer.

Carlos:É verdade isso mamãe? 

Clara apenas olha para o rosto de Laura, enquanto Carlos cutuca Clara.

Laura:Clara? Isso não é a verdade?

Música: Runnin(Beyoncé).

Clara:É, É, isso mesmo a Laura é minha amiga, mais agora a gente precisa ir, vamos entra no carro Carlos.

Carlos:Ah senhora não vai falar com ela?

Clara:Carlos! Entra no Carro.

Carlos abre a porta do carro, e salta para dentro.

Clara:o que qui é isso?

Laura:Aquilo que eu tinha te falado, acabou Clara eu tô de volta e a gente precisa conversar novamente.

Clara:Eu já entendi tudo, Você quer tirar o meu filho de mim não é?

Laura:Fica calma, você vai assustar, o, o.

Clara:O meu filho, eu vou assustar o meu filho.

Laura:Se você quiser ir por esse caminho, eu não vou ter outro jeito.

Clara:Me Deixa ir, eu preciso sair daqui.

Laura:Vai Clara, mais não esqueci nós precisamos conversar.

Clara entra em seu carro, e vai embora, enquanto Laura fica na calçada olhando Carlos  ir embora.

Laura:Vai meu filho, fica com ela agora, mais saiba que eu vou lutar por você.

Cena 2, Casa De Clara, Sala, Tarde.

Clara entra com Carlos em casa.

Clara:Vai meu filho, vai tomar um banho.(Nervosa)

Carlos:Mãe tá tudo bem com a senhora?

Clara:Tá tudo ótimo, agora vai, vai tomar um banho.

Carlos entra no banheiro, e na sala, Clara pega em sua bolsa um celular, e liga para Zé.

Clara:A Laura vai tirar o nosso filho Zé.

Cena 3, Casa De Jeitoso, Laje, Tarde.

Jéssica se bronzei na Laje, e Nice resolve dar uma olhada em tudo.

Nice:Que qui você tá fazendo aí?

Jéssica:Aí é você?! 

Jéssica:O que você acha que uma mulher, de biquíni, no sol e em uma laje tá fazendo meu amor?

Nice:Eu não gosto dessas coisas na minha casa não, e você sabe disso várias vezes enquanto a Luciana estava aqui com você, eu coloca as duas pra fora.

Jéssica:é, e ela saí rapidinho né?

Nice:Ela me res/.

Jéssica:Pois é, agora tenta fazer isso comigo pra vê o que te acontece.

Nice:Olha Jéssica, você me bateu dias atrás e eu aceitei, na verdade eu fiquei quieta eu nunca tinha passado por isso, mais outra agressão daquelas eu não vou aceitar.

Jéssica:ah não?  Então saí daqui, e para de procurar apanhar.

Jéssica:Porque eu Não tenho um pingo de medo de você, se você é ruim, ah como eu sou pior, e se você se acha esperta, eu sou mais que você afinal eu roubei o marido da minha melhor amiga e agora tô aqui no lugar dela.

Nice:Não se esqueça, que isso é graças a mim.

Jéssica:ah mais eu não me esqueço não, e se você não me deixar livre aqui, o Jeitoso também não vai esquecer nunca, o que a própria mãe fez.

Nice:Se você me ferrar, você também perde.

Jéssica:perder o que eu nunca tive? Esse medo eu não tenho, eu sou bonita, eu saio daqui e arrumo qualquer cara que queira me sustentar, e eu te garanto não preciso procurar muito.

Jéssica:agora pega esse seu falso moralismo, e vai embora daqui.

Nice:Tudo bem, eu vou lá pra baixo.

Jéssica:Não, lá pra baixo Não, você vai pra sua casa, eu tô cansada de olhar pra essa tudo cara de maracujá velho, some daqui vai pra tua casa.

Jessica começa a emburrar Nice.

Jéssica:Vaí, anda vai embora.

Nice vai embora da Laje.

Música:Nuestro Secreto (Carlos Vives).

Jéssica:Hahaha, Livre dessa Chata, Rala Vaca, Rala Vaca.

Jéssica pega uma cerveja e brinda sozinha mesma.

Jéssica:a mim, sempre a mim.

Jéssica joga cerveja em seu corpo e dança sozinha.

Cena 4,Casa De Jeitoso, Sala, Tarde.

Enquanto Nice abre a porta escuta Jéssica gritando da Laje.

Nice:Rala Vaca? NÃO JÉSSICA, eu Não fiz tudo o que eu fiz pra ter que aguentar um Rala Vaca.

Nice:Você vai me pagar, Vagabunda.

Cena 5, Spa, Sala De Massagem, Tarde.

Deitadas, cada uma lado a lado Luísa e Paola curtem uma massagem relaxante.

Luísa:Nossa, Paola quando você Falou que a massagem daqui era incrível, eu Não acreditei que era tamanha.

Paola:Pois é, é boa demais mesmo, Você precisa vir mais aqui comigo.

Luísa:Com certeza, é só você me chamar.(Risos)

Cena 5,Casa De Laura, Sala, Noite.

Com as luzes apagadas, Fábio e Luís entram em casa.

Luís:e aí, pai nada dá mamãe ainda?

Fábio:Não, meu filho nada ainda sobre sua mãe, mais eu ainda vou continuar procurando.

Fábio acende a luz, e Luís fica surpreso ao ver Laura na sala.

Luís:Pai, Não precisa mais procurar a Mamãe mais não.

Fábio:como assim meu filho?

Luís:Vira pra frente pai.

Fábio se vira para frente e Vê Laura no meio da sala, os dois correm para abraça-lá.

Laura:Meus Amores, como é bom estar aqui com vocês, vocês não poderiam imaginar o quanto.

Luís:Mãe, aonde você está? Eu tava doido de saudade.

Laura:Eu precisei, eu precisei me recolar meu filho, a Mamãe teve que aprender a viver sem um vício, eu não quero mais fazer aquilo que eu fiz com você com ninguém mais.

Fábio:Eu te amo, meu amor e me desculpa se eu fui duro demais com você.

Laura:Você me abriu os olhos meu amor.

Laura:agora venham aqui e me dêem mais abraços e mais beijos, eu tô com meu meu.(Risos)

Cena 6,Casa De Clara,Quarto Do Casal, Noite.

Clara e Zé já deitados.

Clara:Eu tive uma outra idéia Zé, e essa pode  dar certo.

Zé:Clara Chega!

Zé:Eu tô te ouvindo a horas, e você tem várias e várias idéias, que você mesma sabe que não vai dar certo, para com isso.

Música:Duas Palavras(Paula Fernandes).

Clara:e eu vou fazer o que? Eu vou perder o meu filho? Zé, eu sou mãe, eu posso não ter carregado o Carlos aqui na barriga, mais eu carrego ele no meu coração, ele é meu filho, ele é meu filho, meu.(Chorando)

Zé:Ah gente vai enfrentar Clara, de mãos dadas, nós vamos estar prontos pra todos os ataques da Laura, e vamos lutar pelo nosso filho.

Clara:Zé, eu tenho medo que o toda aquela mentira que nois criamos, possa nós prejudicar agora.

Zé:Uma coisa de cada vez Clara, uma coisa de cada vez.

Cena 7, Casa de Laura, Sala, Noite.

Laura trás do Quarto várias sacolas, e uma caixa grande.

Luís:o que qui tem nessas sacolas mãe? 

Laura:Eu comprei uma árvore de natal meu filho, lá nos estados unidos eram sempre você e a empregada que montavam, mais agora eu quero que nois possamos montar, todo juntos.

Fábio:mais é Claro.

Música:tempo perdido.(Tiago Iorc)

Fábio pega a caixa com a árvore e a coloca no caixa, eles começam a colocar os enfeites, enquanto se abraçam e se amam, ao redor da árvore.

Cena 8,Rio De Janeiro, Manhã.

Na tela aparecem imagens do alto da cidade, que ainda amanhece.

Cena 9,Aeroporto, Saguão, Desembarque, Manhã.

Andando em meio a tantas pessoas, um homem e uma mulher se destacam na multidão, Luciana e Quatro chegam ao Brasil.

Música:Sign  of the times ( Harry Styles).

Quatro:finalmente voltando ao brasil.

Luciana:Você não conseguiria imaginar o quanto eu tô feliz de voltar pra casa, mesmo que por pouco tempo, eu tô com tanta saudades daqui.

Quatro:É a primeira vez que eu tô vindo aqui pra cidade maravilhosa, eu morava em São Paulo.

Luciana:Então Bem vindo Quatro, bem vindo de volta.

Quatro:Posso te dar um abraço?

Luciana:Não precisa nem pedir.

Quatro e Luciana se abraçam em meio ao aeroporto lotado de passageiros.

Cena 10, Casa De Laura, Entrada, Manhã.

Clara bate na porta de Laura, até que ela abre.

Laura:Clara?  Você aqui?

Clara:Você falou que nós precisávamos conversar, e eu não dormi a noite toda, então agora eu tô aqui.

Laura:Que bom, entra.

Clara:Você vai tirar Carlos de mim?

Laura fique em silêncio.

Clara:Fala! Você quer tirar o Carlos de mim?

Close no rosto de Laura, a imagem se transforma em um Coração que explode em vários pedaços.-” ”>-‘.’ ”>

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

Leia mais Histórias

>
Rolar para o topo