Hierarquia

Novela de Débora Costa

Escrita Por

Débora Costa

Colaboração

Tainá Andaluz

Direção

Wellyngton Vianna

Núcleo

Cyber Séries

Personagens desse capítulo

ANA

ANTÔNIO

CARLOS

DIEGO

FRANCO

GAEL

GUILHERME

JÚLIA

LAURA

LIGIA

MARCOS

MIRELLA

NÁDIA

OTÁVIO

PEDRO

SANDRA

TAINA

 

Cena 1/Ext./Chácara/Noite.

Laura está com medo, Franco se aproxima.

FRANCO

Achou que poderia esconder quanto tempo o seu caso com Antônio?

LAURA

Franco…

Franco interrompe Laura.

FRANCO

Nada do que você falar pode mudar o que está acontecendo aqui… Vamos entrar Laura, Antônio está te esperando.

Franco segura Laura pelo braço, a leva para dentro.

Cena 2/Int./Chácara/Sala/Noite.

Antônio está amarrado em uma cadeira, tem dois seguranças ao lado dele, Franco e Laura entram, ela fica desesperada, se aproxima de Antônio, Franco a puxa.

FRANCO

Nem pensar, você não vai chegar perto dele!

ANTÔNIO

Covarde! Mandou seus capangas me prenderem porque tem medo de me enfrentar!

FRANCO

Vocês planejaram uma noite romântica, coisa que uma mulher casada não deve fazer com outro homem.

LAURA

Nosso casamento sempre foi um negócio Franco! Você nunca me amou e nem eu á você! Eu amo Antônio.

Franco dá um tapa no rosto de Laura, Antônio tenta se soltar.

FRANCO

Não importa! É uma traição da mesma forma!

Franco caminha pela sala, olha em volta, olha um dos seguranças.

FRANCO

Não deixa minha mulher atrapalhar.

O segurança se aproxima de Laura, que fica com vontade de chorar.

LAURA

O que você vai fazer?

Franco se aproxima de Antônio.

FRANCO

Pensei muito, vi que se fizesse qualquer coisa contra você não teria o resultado que quero, mas se eu descontar tudo em Antônio você vai sofrer da forma que eu quero.

Franco sorri, dá um soco no rosto de Antônio, Laura tenta se aproximar, o segurança a segura forte, Laura chora.

LAURA

Não faz isso Franco, por favor!

ANTÔNIO

Me solta daqui e você vai ver!

Franco dá outro soco em Antônio.

FRANCO

Que coisa boa! Hoje meu dia foi estressante demais, preciso me acalmar.

Franco bate sem parar em Antônio, Laura fica desesperada.

LAURA

Eu imploro Franco! Para por favor!

Antônio está fraco, tem sangue saindo de algumas partes de seu rosto, Franco cansado de bater em Antônio, dá risada, se aproxima de Laura.

FRANCO

Sempre quis fazer isso… Mas ainda é pouco.

LAURA

Já chega… Eu já entendi, nunca mais vou ver o Antônio, prometo, me perdoa.

FRANCO

Não perdôo… E você acha que vai sair daqui assim sem ter o que merece também? Não meu amor, aqui as coisas só estão começando.

LAURA

Eu faço o que você quiser… Me perdoa.

Franco coloca Laura de frente para Antônio, a segura por trás pelos braços, fala no ouvido dela.

FRANCO

Tarde demais…

Franco olha para os seguranças, que batem em Antônio.

Cena 3/Int./Mansão Bittencourt/Sala de Jantar/Noite.

Tainá, Ligia, Pedro, Otávio e Júlia estão á mesa jantando.

OTÁVIO

Pena que minha mãe não está aqui, sem o Franco até o ar melhora.

TAINÁ

Verdade, amanhã vou ter que passar o dia com ele, quero saber como estão as coisas no banco.

Pedro está distante, pensativo, Ligia segura a mão dele.

LIGIA

Tudo bem meu amor?

PEDRO

Sim… Só estou pensando no meu avô, acho que porque não o vi hoje o dia todo.

LIGIA

Liga pra ele.

PEDRO

Já liguei, mas só da caixa postal, está tudo bem Ligia, coisa da minha cabeça.

JÚLIA

Confesso que estou aliviada pelo Franco não estar aqui, me sinto mais a vontade.

Guilherme entra, encara Pedro.

LIGIA

Papai janta conosco.

GUILHERME

Obrigado Ligia, mas já jantei.

TAINÁ

É impressão minha ou você está evitando ficar conosco?

GUILHERME

Impressão tia.

OTÁVIO

Senta um pouco Guilherme, não precisa jantar, vamos conversar.

GUILHERME

Não estou a fim de conversar.

LIGIA

Fica só um pouco…

Guilherme se senta.

GUILHERME

Por você princesa… Onde estão meus pais?

OTÁVIO

Não sei, Franco sempre sai e não fala onde vai e a mamãe disse que tinha um compromisso.

TAINÁ

Vocês são grandinhos não precisam ficar na barra deles.

Guilherme olha Pedro.

GUILHERME

Como vai o negócio da sua família Pedro?

PEDRO

Bem, abrimos uma filial e temos festas o mês todo.

GUILHERME

Então vocês dependem que as pessoas contratem o serviço de vocês, caso contrário não tem lucro, vocês ficam sem dinheiro…

PEDRO

Não exatamente porque temos um fundo para emergências.

Guilherme sorri.

GUILHERME

Ouviu Ligia, seu namorado precisa ter um pé de meia para caso falte trabalho.

LIGIA

Papai…

GUILHERME

Só fiz uma observação, você sempre teve tudo nas mãos, nunca te falou nada, dai você se casa com Pedro e vão morar naquele bairro, já se imaginou passando necessidade?

LIGIA

Papai para com isso, eu não dependeria do Pedro, tenho meu dinheiro, meu trabalho.

PEDRO

E eu jamais deixaria faltar nada para sua filha.

GUILHERME

Cedo ou tarde pode acontecer, minha filha é herdeira de um império, não está acostumada com pobreza.

TAINÁ

Gui querido faz um favor para sua tia? Cala a boca.

Gael entra está drogado, olha em volta sorri, está eufórico.

GAEL

Boa noite! Nunca achei essa casa tão cheia de gente linda assim!

Todos observam Gael, ficam sem graça, Tainá se levanta, se aproxima de Gael.

TAINÁ

Gael você ainda faz essas coisas?

GAEL

Que coisas Tainá? Se for cheirar muito pó e transar com as mulheres mais gostosas que posso comprar, sim! Continuo fazendo.

TAINÁ

É melhor você ir dormir.

GAEL

Estou muito ligado pra isso.

Gael olha Júlia sorri.

GAEL

A deusa negra está aqui, quer dar uma volta comigo?

JÚLIA

Não obrigada.

GAEL

Não sabe o que está perdendo.

Gael dá risada sai.

TAINÁ

Me dão licença meus amores, mas o sangue de irmã fala mais alto nessa hora, vou ver Gael.

Tainá sai.

Cena 4/Int./Casa de Antônio/Sala/Noite.

Sandra está preocupada, andando de um lado para o outro, Mirella se aproxima.

MIRELLA

Está tudo bem?

SANDRA

Não, seu avô está demorando muito para voltar.

MIRELLA

Não é mais fácil você ligar pra ele ao invés de abrir um buraco no chão?

SANDRA

Ele não está atendendo o telefone.

Carlos e Ana entram.

SANDRA

Carlos você sabe aonde o pai foi?

CARLOS

Sei… Não precisa se preocupar, ele está bem.

Cena 5/Int./Chácara/Sala/Noite.

Laura está desesperada vendo Antônio apanhar dos seguranças de Franco, Antônio desmaia, Laura está sofrendo, chorando.

LAURA

Franco por favor… Já chega.

Franco faz um sinal para os seguranças saírem, Laura se aproxima de Antônio, Franco a puxa bruscamente, grita.

 FRANCO

Você não vai chegar perto dele nunca mais!

LAURA

Ele está muito ferido.

FRANCO

Antônio vai morrer hoje Laura.

Laura cai de joelhos, chorando.

LAURA

O erro foi meu… Não mata ele Franco… Eu imploro.

Franco levanta Laura.

FRANCO

Olha no chão Laura, tem um caminho ridículo de flores, eu segui ele, vai dar em um quarto, acho que Antônio planejou uma noite linda para vocês… E vai ser um desperdício não usar aquele quarto.

LAURA

Franco…

FRANCO

Achou que só Antônio sentiria dor? Está enganada Laura, agora é a sua vez.

Franco pega Laura pelo braço, a leva a força para o quarto.

Cena 6/Int./Chácara/Quarto/Noite.

O quarto está decorado com rosas vermelhas, Franco entra, joga Laura na cama, se deita em cima dela, coloca os braços dela para cima e segura com força.

FRANCO

Não foi pra isso que você veio aqui?

Laura chora desesperada, com raiva.

LAURA

Eu vim aqui para encontrar o meu amor! Amor esse que você nunca vai ser capaz de sentir e nem fazer com que sintam por você! Porque você é monstruoso Franco! Desperta ódio! Nojo!

Franco dá um tapa no rosto de Laura, rasga as roupas dela, volta a segurar os braços dela para cima.

FRANCO

Isso Laura, fala mais, assim eu faço mais coisas ruins com você!

LAURA

Pode fazer o que quiser!

Franco sorri, começa a tirar a roupa, encara Laura.

FRANCO

Vou esperar a hora que você vai implorar para que eu pare, e não vou parar, achou que me enganaria e iria sair ilesa? Estava enganada.

Franco beija Laura a força, dá um tapa no rosto dela.

Cena 7/Int./Apartamento de Audrey/Sala/Noite.

Marcos trás gelo para Audrey colocar no rosto.

AUDREY

Obrigada.

MARCOS

Audrey denuncia esse cara, ele não pode te bater assim.

AUDREY

Você não faz ideia de como ele é poderoso Marcos, é capaz de fazer a denuncia e eu mesma ser presa.

MARCOS

Afinal, quem é o seu amante?

AUDREY

Franco… Franco Bittencourt, esse maldito.

Marcos fica surpreso.

MARCOS

Franco! Esse homem cruza meu caminho de todos os jeitos!

AUDREY

Você o conhece?

MARCOS

Infelizmente sim.

Audrey fica séria, com raiva.

AUDREY

Dediquei minha vida a ele… Franco era tudo pra mim Marcos, e agora ele me trata feito lixo! Quer me trocar por outra… Não vou permitir isso, vou acabar com ele da maneira que o Franco mais teme… Que as pessoas descubram o tipo de homem que ele é… Tenho muitas coisas contra ele.

MARCOS

É mesmo? E você vai fazer o que?

AUDREY

Dizer ao mundo que eu tenho um caso com Franco Bittencourt.

Cena 8/Int./Mais Tarde – Apartamento de Diego/Quarto/Noite.

Nadia e Diego estão deitados abraçados na cama, Diego está pensativo.

NÁDIA

Diego… Você está quieto já faz um tempo, o que foi?

DIEGO

Acho que chegou a hora Nádia, vou começar a fazer Franco sofrer.

NÁDIA

Pode contar comigo.

DIEGO

Eu já comecei uma coisa, contratei um garoto para se aproximar da Mirella.

NÁDIA

E em que isso afeta o Franco?

DIEGO

Ele está gostando dessa menina, tem orgulho dela, eu vou fazer ela sofrer através do Lucas, enquanto isso acontece, vou me aproximar da Lígia, essa quero que sofra muito.

NÁDIA

Por que não matamos ela? Assim Franco sofreria e eu me livraria dela.

DIEGO

Já pensei nisso sabia… Ainda vou decidir se ela vive ou morre.

NÁDIA

Quem mais você quer destruir para chegar em Franco?

DIEGO

Guilherme, o filho preferido de Franco, é um tremendo babaca.

Nádia beija Diego.

NÁDIA

E seus planos para Franco?

DIEGO

Isso sempre passa pela minha cabeça sabia… Quero que ele sofra muito antes de morrer.

NÁDIA

Quero assistir de camarote.

Cena 9/Int./Chácara/Quarto/Noite.

Laura está deitada nua na cama, fraca, com algumas marcas em seu rosto, Franco se aproxima fechando a camisa.

FRANCO

Levanta dai e vem se despedir de Antônio.

LAURA

Você não acha que já se vingou o suficiente?

FRANCO

Não.

Franco joga um roupão para Laura.

FRANCO

Veste isso ai e vem comigo.

Laura está fraca, se levanta devagar, veste o roupão, olha Franco.

LAURA

Não faz mais nada Franco… Por favor.

FRANCO

Quer escolher entre a sua vida e a dele?

LAURA

Deixa ele viver… Eu não vou conseguir viver com a culpa da morte do meu amor.

Franco aperta o rosto de Laura.

FRANCO

Mas vai ter que ser assim! Ainda preciso de você sua maldita!

Laura se solta de Franco.

LAURA

Você que é maldito! Eu te odeio!

Franco tira Laura do quarto.

Cena 10/Int./Chácara/Sala/Noite.

Antônio está deitado no chão inconsciente, Franco se aproxima trazendo Laura pelo braço, ele olha os seguranças.

FRANCO

Quem o soltou da cadeira?

SEGURANÇA

O cara não se meche Franco, não vai durar muito tempo.

Laura se desespera, Franco sorri.

FRANCO

Boas noticias então.

LAURA

O que eu posso fazer pra você chamar ajuda para Antônio?

FRANCO

Daqui pra frente você vai fazer só o que eu mandar, não vai mais sair sozinha sempre terá alguém te vigiando, e nunca mais vai falar com Antônio novamente, porque se eu descobrir vou dar um tiro certeiro na cabeça dele.

LAURA

Tudo que você quiser…

FRANCO

Vamos deixar ele aqui, cedo ou tarde alguém vai chegar e encontrar ele caído ai, se ele viver terá sorte.

LAURA

Não! Ele está muito ferido, vocês bateram muito na cabeça dele!

FRANCO

Não estou nem ai! Vamos embora!

Laura começa a passar mal.

LAURA

Não posso fazer isso com Antônio… Deixar ele aqui desse jeito, sofrendo.

Franco pega um revólver, aponta para a cabeça de Antônio.

FRANCO

Então vamos acabar com esse sofrimento.

Laura se coloca na frente da arma, grita.

LAURA

Não!

FRANCO

Então vamos embora logo!

Laura faz que sim com a cabeça, olha Antônio, chora.

LAURA

Me perdoa meu amor…

Franco puxa Laura pelo braço a levando para fora, Antônio está inconsciente.

Fim do Capítulo

-” ”>-‘.’ ”>

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

Publicidade

Inscreva-se no canal ATRAVÉS DO UNIVERSO!

O novo canal do Youtube pertence ao CEO da Widcyber, Wellyngton Vianna.

O conteúdo do canal traz vídeos com temas sobre Ciência, Astronomia e Curiosidades do mundo.

Leia mais Histórias

>
Rolar para o topo