No capítulo anterior: Carmela vai até a casa de seu pai Pepe, pedir ajuda para León. Hector se irrita com Damián. Damián é ameaçado pelos traficantes, e arma um novo plano para se livrar colocando a dívida para León. O advogado levado por Damián consegue habeas corpus para León e ele é solto.

CAPÍTULO 08:

Com a emissão do Habeas Corpus León é solto. Sua mãe Carmela que havia ido para a casa do pai chega atrasada na delegacia.

JUANITA: – Dona Carmela! Dona Carmela! Você não vai acreditar!

CARMELA: – O que? O que houve? Onde está o León?!

Nesse momento o agente abre a cela e tira as algemas de León. Com grande emoção ele é recebido pela mãe e por seus amigos.

CARMELA: – Meu filho! Que notícia maravilhosa!

LEÓN: – Eu vou pra casa mãe! Eu vou pra casa!
(Ele a abraça)

JUANITA: – León! Meu Deus que felicidade!

LEÓN: – Finalmente posso te ter em meus braços Juanita!

Carmela, Juanita e Damián dão um abraço coletivo em León, em seguida seguiram para a sua casa.
__________________________________________

CENA 2:

Na casa de León o clima era de muita felicidade, finalmente ele conseguiu rever seus irmãos e Carmela havia proposto um jantar em comemoração.

CARMELA: -Posso contar com a presença de vocês certo?!

JUANITA: – Mas é claro Dona Carmela!

DAMIÁN: – Sim Dona Carmela!

CARMELA: – Ótimo! Bom, sem querer ser inconveniente mas acho que o Léon precisa descansar um pouco! Mais uma vez muito obrigada por tudo Damián! E a você também Juanita! Os espero aqui mais tarde!

JUANITA: – Nós vamos indo León!

LEÓN: – Eu levo vocês até a porta!

León se despede de Juanita com um beijo.

CENA 3:

Damián mais uma vez acompanha Juanita até a sua casa, lá Mercedita não se conformava de León ter sido solto:

MERCEDITA: – Onde já se viu! Mandar um traficante desses pras ruas de novo! Deveriam deixá-lo preso pelo resro da vida!

JUANITA: – Vó, acho melhor você se conformar porque o León vai ser inocentado!

O celular de Damián toca e ele vai atender em um outro cômodo. Desconfiada Mercedita vai atrás dele.

DAMIÁN: (Ao Telefone) – Sim ele já está em casa, foi solto agora de manhã! Todo o restante da droga ficou com ele! É só vocês pressionaram que ele vai dizer onde escondeu!…..

Mercedita ouve tudo:

MERCEDITA: Sabia! Sabia que esse sujeito estava envolvido! Agora ele que me aguarde…

Mercedita volta para a sala onde Juanita e Javier estavam conversando:

JUANITA: -Vô, quer dizer que a minha tia Angela está voltando?!

JAVIER: -Sim minha neta! Não sabe como essa notícia me deixou feliz!

Mercedita interrompe:

MERCEDITA: – Isso é perca de tempo e de dinheiro! Não sei o que tem na cabeça pra deixar a vida que tem e voltar pra um fim de mundo como esses…vai entender!

Damián volta para a sala.

JUANITA: – Damián onde você tava?

DAMIÁN: – Eu precisei atender o Telefone! Era o meu pai. Bom eu preciso ir agora! Até mais tarde Juanita!
__________________________________________

CENA 4:

Na casa de León, Pepe acabava de chegar de Pasto. Ele veio para Bogotá na intenção de ajudar na soltura de León e se surpreende ao ver o neto em casa:

LÉON: – Vô! Saudade!

PEPE: – León meu neto! Que bom te ver! Você quer me matar do coração! Como foi isso? Quando você foi solto?! Ah que bom te ver!
__________________________________________

CENA 5: Casa dos Gavilia

Já era noite, Consuelo estava na sala lendo um revista e Damián bem vestido passa por ela:

CONSUELO: – Aonde você vai Damián!
Não para mais em casa!

DAMIÁN: – Eu vou até a casa do León mãe! Vai rolar uma comemoração por lá.

CONSUELO: – León? Esse traficantezinho que foi solto?! Você não está falando sério está?

DAMIÁN: – Claro que estou mãe! O León é meu amigo desde a infância, tudo o que aconteceu foi um mal entendido!

CONSUELO: – Era só o que me faltava! Além disso que história é essa de que você foi visto entrando num carro preto aqui na porta de casa hoje de manhã?!
Damián, o que você está fazendo da sua vida meu filho! Com quem você está andando?!

DAMIÁN: – Eu não sei de carro preto nenhum mãe! Para de dar ouvido as pessoas. Eu preciso ir…

CONSUELO: – Damián! Volta aqui Damián! Eu não não terminei! Damián!

Ele dá as costas oara a mãe e sai de casa.
__________________________________________

CENA 6:

Na casa de León estava tudo pronto para o jantar que Carmela havia preparado.
De repente alguém bate na porta com muita violência:

CARMELA: -Será que já é alguem que chegou? Mas pra quê toda essa violência!

LEÓN: – Vou ver quem é!

Quando León abre a porta é surpreendido um bando de traficantes:

TRAFICANTE: – Cadê o resto da droga?!

(Apontando uma arma para León)

LEÓN: – O quê? Eu não sei droga nenhuma!

TRAFICANTE: A gente sabe que você ficou com todo o resto da cocaína seu imbecil! Não dificulta as coisas! Anda, diz cadê a droga!!

LEÓN: – Mas eu já disse, eu não sei de droga nenhuma!

TRAFICANTE: – Bem, você foi avisado! Derrubem esse filho de uma puta!

Os homens invadem a casa de León e sem pudor começam a espancá-lo ali mesmo na frente de sua família.

CONTINUA….

A Widcyber está devidamente autorizada pelo autor(a) para publicar este conteúdo. Não copie ou distribua conteúdos originais sem obter os direitos, plágio é crime.

Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

Leia mais Histórias

>
Rolar para o topo