capa casa

VOCÊ ESTÁ LENDO

Casa dos Autores – 1×01

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

NAVEGAR

Olá, Mundo Virtual!

Estava super ansioso pra chegada desse dia, no qual vamos dar início a esse reality imperdível!! Aqui nós vamos testar o talento de 10 autores e autoras do MV. Porém, quem decide quem fica ou quem sai da casa, são vocês!

Eu sou Tales Dias e essa é a…

 

Vamos relembrar como vai funcionar nosso jogo:

  • Toda semana haverá uma prova para definir quem será o PROTAGONISTA. Esse participante fica imune e ganha o poder de indicar um (ou mais) participantes à FIGURAÇÃO. Os outros participantes também votam, de forma privada (ou não), e escolhem mais um autor que estará disponível pra eliminação.
  • Formada a figuração, os indicados disputarão a preferência dos leitores. Mas além do desempenho nas provas, como o participante poderá mostrar todo seu carisma para conquistar o público? Através da convivência.
  • Nossos autores farão parte de um grupo onde lá poderão interagir, se conhecerem, trocarem experiências ou se envolverem em conflitos… Isso vai ser imperdível!

 

Na semana passada vocês conheceram nossos participantes e eles já chegaram na “casa” na quinta feira! Vamos ver como foi essa entrada e conhecer um pouco de cada um! Bora lá!

 

— DIA 1 —

ALLAN – Olá! Tem alguém aí? Sou o primeiro!? Tô muito empolgado pra saber como tudo vai funcionar e pra conhecer os outros participantes!

DIOGO – Boa noite, galera!

DOUGLAS – Boa noite! Como vocês estão? De onde vocês são?

ALLAN – Sou de Porto Alegre, gente. Tenho 19 anos e escrevo desde cedo.

DIOGO – Eu também tenho 19 e sou de Jequitinhonha, Minas Gerais.

DOUGLAS – Tenho 29 e sou de Minas também, de Congonhas.

OSWALDO – Boa noite!

JOÃO PAULO – Olá, olá. Como vai a mãe? Ela tá boa? Tenho 23 anos, sou de Santa Maria – RS e tô aí, escrevendo…

OSWALDO – Eu sou te Itaperuna – RJ, tenho 30 anos e autor da novela “Passarela de Pedras”.

JOÃO PAULO – Atualmente tô com minha novela “Laranjal”, na ONTV.

ALLAN – Eu escrevo “Um Dia Após o Outro” na Web +.

DOUGLAS – Eu comecei a publicar no Orkut, em 2010!

OSWALDO – Bacana! Também publicava lá.

DIOGO – Eu já escrevi para a TV Líder.

LEONARDO – Boa noite! Sou de Niterói e tenho 26 anos!

NATHAN – Boa noite, autores!

SELMA – Oiê, tenho 16 anos e sou de Belo Horizonte!

CÉSAR – Prazer, me chamo César, tenho 19 anos e sou Espinosa, Minas Gerais.

DOUGLAS – Quais gêneros vocês mais gostam de escrever?

DIOGO – Eu gosto de terror/suspense e religioso.

SELMA – Gosto de suspense com comédia.

NATHAN – Eu sou bem eclético, passeio por vários gêneros, mas me identifico com suspense e mistério.

JOÃO PAULO – Gosto de romance mais voltado pro cotidiano, mas também amo escrever coisas mais loucas. Enfim, as duas faces do autor.

ALLAN – Hahaha, adorei. Uma pegada Manoel Carlos.

DOUGLAS – Eu gosto muito de drama e tenho dificuldade com comédia.

SELMA – Eu gosto de fazer farofas kkk. E de trazer personagens dúbios, muita ação e temas sociais.

JOÃO PAULO – O que é um churrasco sem farofa né?

DOUGLAS – Temas sociais são importantes de mais!

NATHAN – Quando eu participava de um grupo, me chamavam de Janete Clair de calças, quem me dera.

DOUGLAS – Janete é uma das melhores autoras!

CÉSAR – Meus textos tem uma pegada ruralista. É minha zona de conforto. 80% do meu texto é assim e por eu estar no nordeste do país, esse fato me inspira muito.

ALLAN – Um dia quero me arriscar nesse tema, apesar de eu não ser muito fã.

SELMA – Eu gosto de tramas bem diferentonas. Quase todas as minhas protagonistas são lésbicas ou bissexuais e todas empoderadas.

ALLAN – Amooo! Fugir do óbvio é tudo de bom.

OSWALDO – Também me arrisco em tramas diferentes.

SELMA – Na minha novela, “A Lei da Colheita”, fiz as protagonistas mataram o Bozo!

ALLAN – Meu Deus!

NATHAN – E ele morreu?

SELMA – Sim, numa explosão.

JOÃO PAULO – Podia ser real né?

NATHAN – Não se deseja a morte de ninguém, nem do seu pior inimigo. E não tenho partido político. Odeio isso e acho que devemos falar o que interessa no grupo.

JOÃO PAULO – Eu não vou falar mais porque eu não quero discutir, mas fugir de política de impossível!

LUNA – Olá, olá, olá!! Eu sou o Izaias… ou a Luna!… De qualquer maneira, não importa: no final vocês vão me chamar de vencedor(a). Boa noite!

SELMA – Hum…

JOÃO PAULO – Você é trans?

LUNA – Não, sou homem cis. Luna é meu pseudônimo. Sou mais conhecida assim.

DIOGO – Seja bem vinda!

LUNA – Quanta gente bonita!

DOUGLAS – Vocês escrevem no formato de roteiro ou literário?

LUNA – Literário, muito melhor hahaha. É muito difícil aprofundar no psicológico de um personagem em um roteiro.

DOUGLAS – Não me vejo escrevendo em literário.

CÉSAR – Também não. Só escrevi uma obra nesse formato. Depois, nunca mais.

OSWALDO – Também prefiro roteiro.

LUNA – Só eu gosto de literário?!

JOÃO PAULO – Eu também gosto. Dos dois formatos na verdade!

 

Depois das apresentações e troca de experiências, os participantes receberam as instruções para a primeira prova do programa.

 

— DIA 1 —

TALES – Como vocês perceberam, as dinâmicas do nosso reality foram nomeadas com elementos da teledramaturgia e a primeira prova também terá esse tema!  Cada autor terá que criar a sinopse curta de uma novela, série ou minissérie que tenha como tema central o mundo da teledramaturgia. Vocês terão que apresentar o eixo central e personagens principais de uma obra que envolva essa temática. Pode ser sobre os bastidores de uma novela numa emissora de TV, a vida de um autor ou de uma atriz muito famosa, ou até mesmo uma trama de época sobre o surgimento da TV… Enfim, essas são algumas das mais variadas ideias que podem surgir a partir desse tema. É hora de liberar a criatividade para ser o primeiro protagonista! Boa sorte a todos!”

JOÃO PAULO – Amooo.

LUNA – Adorei a primeira prova!

 

Agora uma notícia triste… Logo após as orientações da prova, o participante Nathan enviou um material que ele já tinha pronto, sendo uma sinopse que excedia o número de páginas proposta pelas regras e com um tema que não era o sugerido. Assim que foi reorientado a respeito de sua sinopse, Nathan deixou o grupo. Ao ser procurado pela direção do programa, o autor não deu explicações.

Uma pena começar com uma desistência… Mas o jogo tem que continuar! Vamos ver como os autores se saíram na criação das sinopses!  

 

— DIA 2 —

DOUGLAS – Acho que posso desenvolver os capítulos da minha história. A base dramática me conquistou.

JOÃO PAULO – Vou guardar a minha pra futuramente. Quem sabe…

OSWALDO – A minha falta finalizar.

CÉSAR – Também estou desenvolvendo ainda.

SELMA – Fiz a minha em 40 minutos kkkk.

ALLAN – Estou finalizando a minha. Já tinha ela em mente.

JOÃO PAULO –

Folhetins em Guerra

Brasil, 1970.

Rosamaria Magadan e Janete Ribeiro são as duas maiores novelistas da emissora Canal Vênus. Alguns anos atrás, Rosamaria era a principal autora da emissora, suas histórias fantasiosas conquistavam a maior parte da audiência do Rio e de São Paulo, porém as coisas começaram a mudar quando aconteceu uma revolução nas novelas brasileiras e as tramas que mostravam o cotidiano brasileiro começaram a crescer, com isso Janete foi ganhando mais destaque na emissora e deixando sua colega de trabalho com inveja.

Janete é casada com Alfredo Gomes, um dramaturgo que começou a escrever para televisão quando passou a ser perseguido pela censura militar. Ela encontra em seu marido e nos seus filhos a força para continuar trabalhando e também enfrentar as perseguições de Rosamaria.

Para sabotar a atual novela escrita por Janete, a história que está roubando toda a audiência da sua novela do horário das oito, Rosamaria vai contar com a ajuda do seu amante e o vilão da sua telenovela, o ator Rogério Omo.

Uma divertida guerra entre duas autoras, quem vai ganhar essa batalha nos bastidores das novelas? As histórias fantasiosas de Rosamaria ou as histórias mais brasileiras de Janete?

LUNA –

QUEM MATOU EVA? (webnovela)

Salvador, Bahia. No mundo da TV e do streaming, o Estúdio de Comunicação Nordestino, vulgo ECN, vive os melhores anos de sua breve existência. Fundado em 1988 como um jornal quinzenal pelo recém-formado em jornalismo Antero Machado, a rede de comunicação evoluiu ao longo dos anos até se tornar o mais influente canal de televisão de todo o Nordeste e um dos mais poderosos do país. Como o homem visionário que é, Antero agora mira no streaming para expandir os seus negócios. Para isso, planeja lançar uma novela roteirizada e produzida pelo seu dramaturgo mais famoso: Inácio Muniz. Inácio é um homem boêmio, alcóolatra e recheado de problemas com a sua ex-esposa, a atriz Eva Castro – que, por ironia, é escolhida pessoalmente por Antero para protagonizar a obra, batizada de “O último filho”, um suspense sobre uma maldição lançada em uma família tradicional do Recôncavo baiano que se estende a todos os homens primogênitos, até que um deles decide entender como se salvar do ciclo de mortes.

Antero e Eva mantém uma relação extraconjugal, visto que o todo-poderoso é casado com Constância Machado, uma mulher fútil e alienada, que vive em função das festas, colunas sociais e do seu perfil no Instagram. Para completar os desatinos da vida de Eva, ela é acusada por Beatriz Braga, outra atriz do time exclusivo da ECN, de agir para roubar-lhe papéis importantes nas novelas do canal; e é assediada constantemente por Edgar Chagas, um dos galãs da ECN e antagonista de “O último filho”, de quem é ex-namorada.

Os bastidores de “O último filho” são abalados quando Eva é encontrada morta, com perfurações de faca em seu camarim, por Inácio. E a vida de Antero Machado se torna um inferno, pois a cineasta – sua conhecida da faculdade – Daniele Carneiro decide investigar e documentar pessoalmente o homicídio de Eva.

Todos são suspeitos até que se prove o contrário.

Enquanto Antero tenta o possível e o impossível para que a ECN não afunde e que os seus investimentos em “O último filho” não vão por água abaixo e a novela saia do papel, segredos são revelados e relações são cortadas enquanto Daniele grava o seu documentário.

Quem matou Eva? “O último filho” irá ao ar? A ECN conseguirá se reerguer? Um verdadeiro folhetim dentro de um folhetim.

SELMA –

Novela: Princípios Morais

Ângelo Fernandes, um renomado autor de novelas está quase finalizando sua próxima obra, uma novela que promete ser avassaladora, mas tudo ainda está sendo mantido em sigilo. Kelvin, amigo de infância de Ângelo, indica uma empregada para ajudá-lo em sua casa, já que todo o tempo dele está dedicado à novela.

Mal sabe Ângelo que, a empregada Maíra, é na verdade contratada por Kelvin para roubar todos os arquivos da história de Ângelo. Isso inclui desde documentos pdfs, a anotações em cadernos. Tudo isso por uma inveja inexplicável.

Maíra é uma mulher de 30 anos que perdeu tudo nas mesas de cassino, por conta do seu vício. Maíra sempre sonhou em ser atriz e até tem talento. Ela vê a oportunidade que Kelvin a oferece como uma porta a se abrir. Maíra exige ser a protagonista.

Kelvin pretende registrar a obra na Biblioteca Nacional e oferecer logo depois para a emissora rival a que Ângelo trabalha.

Ângelo, ao descobrir toda a tramoia tenta a todo custo provar que a sinopse da novela é sua. Ele vai precisar da ajuda de amigos e até mesmo se meter com pessoas perigosas. Tudo para conseguir provar.

 

OSWALDO –

QUEM MATOU O FOLHETIM?

Na década de 60 as telenovelas do Brasil aposta em folhetins clássicos, no auge do sucesso a emissora CGT exibe em sua faixa nobre a telenovela “Um Amor Para a Vida Toda” escrita pela célebre roteirista Lícia Assis, uma clássica roteirista da época. A trama vem atingindo alto picos de audiência preocupando Máximo Siqueira, o dono da emissora concorrente. Com receio de derrubar sua mais nova aposta das 8 “O Primeiro Amor” o empresário contrata a atriz Regina Perez que a tempos tenta conseguir voltar a ativa e encontra no empresário uma grande oportunidade. Regina seduz o diretor de dramaturgia Cassiano Barros conseguindo assim ser escalada para uma participação na reta final da trama de Lícia como Benedita Sampaio a rival da mocinha Ana Júlia, vivida pela estreante atriz Glória Mader que esconde seu namoro com José Carlos, o protagonista João Barros na trama.Regina acaba se apaixonando por José Carlos levando a ficção para a realidade planejando destruir a vida de Glória utilizando-se do próprio enredo do roteiro.

Assistindo a essa clássica trama tem a batalhadora professora Janete, moradora de uma comunidade e que sonha em ser roteirista, ela já entregou inúmeras sinopses de telenovelas a emissoras mas nunca obteve retorno. Enquanto escrevia o desfecho de sua novela Lícia aparece morta, tal fato vira alvo de especulação de Patrick diretor do jornal sensacionalista Foco na Fofoca. Com a morte da roteirista o diretor Cláudio em uma coletiva de imprensa revela que “O Amor Para a Vida Toda” será engavetada frustrando todo o Brasil que esperava por um grande final. Depois de muitas tentativas frustradas Janete decide recriar o final da trama, redigindo um final único com o objetivo de apresentar a Cláudio e poder levar o último capítulo ao ar, porém o empresário televisivo acha arriscado gravar o final pois só Glória tinha acesso a sinopse original e que criando um final o roteiro poderia não agradar.

Em seu desfecho Janete inova ao apresentar o primeiro “Quem Matou?” assassinando o protagonista da mesma maneira que Glória morreu e recriando um final de tirar o fôlego, tática que seria empregada mais tarde por muitos novelistas. Porém Janete é acusada de ser a assassina de Lícia, vendo um futuro promissor como roteirista em Janete, Cláudio acredita em sua inocência e se empenha a encontrar o verdadeiro assassino da roteirista se envolvendo com Janete e vivendo uma linda história de amor. Durante o julgamento de Janete, Lícia surge viva e revela que forjou sua morte e que não poderia deixar uma inocente pagar por um erro e uma covardia sua, explicando que durante seu processo da escrita do último capítulo ficou sem inspiração e assim resolveu que para não ver um final comum o que mancharia toda uma história televisiva, escondeu a sinopse original e forjou sua morte, pois assim a novela seria engaveta e o final jamais existiria. Janete é inocentada e o último capítulo da novela vai ao ar, porém Regina não gosta de morrer e por isso resolve que escreveria seu próprio final assassinando Janete. Porém ela é presa em flagrante denunciando seu cúmplice Máximo que consegue fugir de helicóptero em uma fuga cinematográfica dando banana para todo o Brasil. O último capítulo se torna um grande sucesso colocando “O Amor Para a Vida Toda” em outro patamar e Janete se torna uma célebre roteirista cuja linha de novelas passa a se utilizar de suspense e de mistério se casando com Cláudio e se popularizando durante muitos anos na emissora e no mundo.

           

— DIA 3 —

DOUGLAS –

POSITANGA

A HISTÓRIA DE ANNA GUTI

Anna Regina Gutierrez mais conhecida como Anna Guti é uma renomada atriz do estado de Minas Gerais, atualmente ela contempla o time do alto escalão da TV Posi. Anna, vive em um ambiente cercado de pessoas de invejosas e cheias de ambições, além de lidar com todas essas situações, ela ainda precisa lidar com Otto Gutierrez, um poderoso banqueiro com quem é casada e não aceita a vida de celebridade que a esposa vive. Mesmo vivendo um relacionamento abusivo Anna procura manter as aparências de um relacionamento feliz, a fim de evitar escândalos que comprometa sua carreira.

Mas, a vida de Anna, muda quando ela começa a gravar as cenas de sua nova novela, onde ela conhece Edgar Medina, o novo galã da emissora. Edgar e Anna acaba deixando o relacionamento da ficção se estender para vida real e entre uma gravação e outra esse relacionamento vai ganhando mais e mais força. O que Anna não sabia é que Edgar mantinha um relacionamento paralelo com a diretora executiva da emissora, Ramona Fontes, uma mulher ambiciosa e determinada a conseguir a qualquer custo o que ela almeja.Certo dia, ao visitar ao set de gravações, Ramona acaba descobrindo a relação secreta de Anna, e a partir daí nada seria como antes. Um grande escândalo acontece e Anna se ver obrigada a enfrentar a situação, mesmo que isso custe para ela coisas que ela jamais imaginou enfrentar. Seria esse o fim da carreira de uma grande atriz?

Anna, por sua vez perdeu o contrato valioso com a emissora mineira e daí por diante apenas coisas ruins aconteceram. Ao saber de tudo o que sua esposa foi capaz de fazer, Otto perde a cabeça e agride de forma bruta. Desesperada com tudo o que está acontecendo Anna foge de casa e ao ser atropelada e encaminhada a um hospital, ela descobre que descobre está grávida de Edgar. Após ser denunciado pela agressão Otto é preso e condenado a quinze anos de prisão. Acontece uma passagem de dez anos na história. Anna agora mora no subúrbio do Rio de Janeiro, onde leva uma vida simples longe dos holofotes junto com sua Madrinha Alzira e seu filho Bento.

Quando parecia já não ter mais possibilidade de recuperar tudo o que perdeu, Anna é surpreendida com a notícia do assassinato de seu marido ainda no presidio. Aproveitando a segunda oportunidade de recuperar sua carreira, não tendo mais com o que ter medo Anna se inscreve em uma oficina de atuação, onde ela conhece Álvaro de Abreu, um importante empresário e dono da emissora carioca: TV Tanga, que está passando por diversas crises financeiras. Álvaro, por sua vez está à procura de uma atriz para estrelar a próxima novela de sua emissora e ao conhecer Anna ele não tem dúvidas de que ela será a salvação de sua emissora.

Com o passar dos dias e uma rotina que aproximava Anna e Álvaro, os dois acabam se apaixonando e resolvem levar o relacionamento ao altar. Porém mais uma vez o destino parece brincar com Anna e ela acaba descobrindo, que um dos padrinhos de seu matrimonio é Edgar, seu grande amor do passado e o melhor amigo e sócio de Álvaro.

LEONARDO –

COPACA RIO

A história gira em torno da família Venâncio de Moraes, Érico foi um empresário de grande sucesso. Por quatorze anos, o empresário colocou a Imobiliária Lar Rio no centro das atenções. Após ser investigado pela CPI dos Casarões por tentar monopolizar os negócios da família no mercado, Érico viu sua vida desandar.

A sua situação só piora após se separar, de corpus, com a ex-modelo Vera Moreira com quem tem três filhos: Vitor, Mariane e Vinicius. Vitor é um rapaz aventureiro sem compromisso com trabalho e vive da mesada do pai, além de vender drogas sintéticas na balada para se manter independente. Em busca de uma garota de programa para saciar seu prazer na Vila Mimosa, conhece Joana. Joana é uma prostituta de luxo que vende conteúdos em aplicativos pornográficos e ao se relacionar com Vitor, sua vida começa a mudar e tenta se aproximar novamente de Érico, seu antigo cliente e do Vini.

Vinicius é o filho favorito de Érico. Sua sexualidade é motivo de preocupação para o pai e teme rejeição da mãe, embora não se importe nenhum pouco com caçula. Na praia, Vini se envolve com Eduardo, um esportista querido pelo Vidigal. Os dois tem uma relação inicialmente conturbada provocada pelas pautas das classes sociais.

Mariane é a filha do meio de Érico e Vera. É empresária de cosmético, dona do Beleza Carioca e moradora do município de Niterói. A ricaça namora com o ambicioso Gabriel. Gabriel esconde que é um garoto de programa e trabalha na mesma agência de Joana. Tem um caso escondido com Vera que paga pelos seus serviços. Filho mais novo de Helena e Gustavo. Já o filho mais velho Antônio vive numa crise no casamento com Ana. O casal tentam se manter na base da aparência mas vivem num relacionamento abusivo.

CÉSAR –

O L H O N O L H O

A trama narra a história de Marcos Lisboa, um ator famoso que no auge da fama, pretende como vingança pela morte do pai tirar a vida da atriz Júlia Randall. Tudo começa quando Julia Randall e Marcos Lisboa são convidados para integrar o elenco da próxima novela 21h, SAGRADA FAMÍLIA escrita por Beatriz Rebelo uma roteirista de sucesso, que por conta de seus sucessivos êxitos é conhecida como a mãe das novelas brasileiras e escreve agora, aquela que promete ser sua última novela. Julia é uma mulher bonita, filha de Beatriz ela está cortada para viver a protagonista AYRA, moça selvagem por quem JOSÉ LUIZ personagem de Marcos Lisboa se apaixonara. Marcos Lisboa é um ator famoso após uma temporada no exterior ele retorna ao Brasil para protagonizar da novela, o que ninguém sabe é que Lisboa tem outro objetivo ( cara de anjo, alma de demônio ) de anos, após ver seu pai ser brutalmente assassinado ele busca por justiça , ao retornar ao Rio de Janeiro enfurecido pela injustiça cometida a anos atrás, ele decide que a roteirista Beatriz deve sentir na pele o que ele sentiu todos esses anos pagando assim pelo seu crime . Ele está quase terminando a sua vingança, mas tudo pode ir por água abaixo quando se apaixona por Julia, a filha da mulher da qual ele mais odeia, com quem vivera pá romântico na trama, sem saber o que ele sente por ela os dois vivem uma intensa história de amor nos estúdios da emissora e fora dele .

Mas será que ela é capaz de desistir dos seus planos e da sua vingança por amor?

ALLAN –

Paraíso Oculto

A família Albuquerque é dona da maior emissora do país e para sua próxima novela do horário nobre quer apostar alto no novo rosto protagonista e continuar mantendo uma safra de sucesso no horário.

Em meio a tantos testes , finalmente a jovem Ana acaba sendo a escolhida pra viver a protagonista de “Paraíso Oculto”, mas seu envolvimento com o diretor da trama vai além do trabalho e isso será a derrocada ou o ápice para sua vida profissional .

Roberto Albuquerque,filho do dono e um dos maiores diretores do país e justamente da nova aposta da emissora , tem seus segredos que podem vir a prejudicar o império da família quando um misterioso amigo , Eugênio,retorna e disposto a permanecer na sua vida e se tornando o seu maior rival com o lançamento de sua nova plataforma de streaming e com sua paixão por Ana.

 

TALES – O autor Diogo Silva não fez o envio de sua sinopse. Portanto, ele já está na figuração e corre o risco de ser eliminado.

DIOGO – Gente, não deu pra entregar a sinopse por alguns contra tempos. Agora é encarar a figuração…

LUNA – Que pena… Te desejo boa sorte!

TALES – As sinopses já enviadas foram encaminhadas para o avaliador da semana.

CÉSAR – E esse avaliador misterioso…

 

No dia seguinte, recebemos no grupo um convidado muito especial para escolher a melhor história e definir o protagonista. Confiram!

 

— DIA 4 —

JOÃO – Bom dia. Quem vai fazer o café da manhã?

TALES – Bom dia, autores! Preparados para hoje a noite?

JOÃO – Super!

CÉSAR – Já nasci preparado.

JOÃO – Olha eleeee!

OSWALDO – Super animado.

DOUGLAS – Bora que hoje tem! Sorte pra gente.

LUNA – Roendo as unhas kkkk.

TALES – Vamos receber, para avaliar as sinopses e definir o primeiro protagonista do programa… Um autor, apresentador e crítico do MV. Dono do site Universo Virtual. Revisor responsável pelas web-novelas na Widcyber. Autor de grandes sucessos como “O Leão”, “Flashback” e “Escândalo”! Bem vindo, Marcelo Delpkin!

MARCELO – Obrigado, Tales! Boa noite, pessoal! É um prazer participar deste programa. Desde já, desejo sucesso a todos vocês nesse desafio chamado Casa dos Autores.

TALES – Fique à vontade para avaliar a sinopse de cada um, e claro, definir o protagonista!

MARCELO – Vamos lá! Vou começar com COPACA RIO. A sinopse me despertou bastante interesse por se tratar de uma briga em família, tão comum nos folhetins. Destaque para a construção dos protagonistas, em especial os masculinos. A estranha relação deles com os dois garotos de programa promete. Porém, a sinopse fugiu do tema proposto, que é abordar a teledramaturgia como foco central. Uma pena, porque gostei da premissa. Se a empresa da família fosse uma emissora de TV, por exemplo, já salvaria a prova.

LEONARDO – Obrigado! Estou feliz com a recepção da sinopse e vou ficar de olho na temática na próxima vez.

MARCELO – A próxima é PARAÍSO OCULTO. Tem uma premissa bem clássica, a do casal que se envolve, mas que essa relação pode ser prejudicada pelo terceiro personagem. No entanto, senti um gostinho de quero mais. Queria ler mais informações sobre a trajetória desses seres e as reviravoltas. De todo modo, bem interessante a ideia desse autor. Gostei! QUEM MATOU O FOLHETIM? Nessa, temos várias referências à história da TV, como a situação em que Janete Clair salvou uma novela que estava “caindo aos pedaços”. O autor soube aproveitar ideias como essa e misturou a clichês perpetuados por profissionais como a própria Janete. Por outro lado, dois pequenos defeitos. O primeiro: achei desnecessário o bololô de personagens no fim do primeiro parágrafo. Poderia ter omitido essa parte e focado só na trama central. Segundo: não ficou muito explícito se a protagonista central é Janete ou Lícia. No roteiro, não tem problema deixar essas informações “bem na cara”. Mas gostei muito dessa trama também. Parabéns, autor!

OSWALDO – Agradecido.

MARCELO – FOLHETINS EM GUERRA. Essa tem uma proposta parecida com a “Quem Matou o Folhetim?”. Também relembrei uma novela famosa do Mundo Virtual chamada Holofotes. As referências a profissionais como Janete Clair (novamente protagonista) e Dias Gomes também estão presentes. Rola até um TBT do romance do ator Geraldo Del Rey com a autora Glória Magadan. Porém senti falta de um certo carisma nos protagonistas e de um conflito maior que deixe a trama mais empolgante de se ler todos os dias. Lembre-se: novela é conflito, e conflito faz a novela. OLHO NO OLHO. Uma típica história de amor e vingança do jeito que os noveleiros gostam. O mocinho que jura vingança contra a mulher que causou a morte do pai dele, e que vitime a filha dela, logo por quem se apaixona. Uma boa história. Porém, o autor se enrolou bastante na escrita da sinopse e deixou o texto mal estruturado e repetitivo. Uma revisão resolveria, deixaria a apresentação mais sucinta e interessante. QUEM MATOU EVA? Mais um roteiro que chama a atenção de quem lê. Diversos personagens teriam interesse na morte da Eva, e é isso que deixa tudo tão complexo, no bom sentido. Só de ser citada, a Danielle já ganhou minha torcida. Boa ambientação na Bahia. Só fiquei com um gostinho de quero mais, pois gostaria de saber um pouco mais sobre a trama. Gostei também. POSITANGA. O autor soube trabalhar muito bem a sinopse. Com pouco espaço para isso (uma página), ele sintetizou a trama da mocinha Anna e as reviravoltas pelas quais passa do início ao fim. Aliás, a protagonista mais carismática e completa da prova de hoje. O autor também expôs o universo da TV, a imagem pública de uma atriz casada com um banqueiro (a Anna) e depois a sua reconstrução como mulher. Parabéns!!! PRINCÍPIOS MORAIS. O título não me agradou muito. Em compensação, a história promete muitas intrigas entre Ângelo e o invejoso Kelvin. O que mais tem na telinha é um puxando o tapete do outro. Boa abordagem sobre o plágio. Os vilões causam raiva só de ler a apresentação. Senti um pouco de falta de mais informações sobre o protagonista, Ângelo. Texto bem apresentado. Contexto geral: gostei bastante de todas as sinopses. Senti falta de informações ou de desenvolvimento em algumas delas, mas as restrições são mínimas. Parabéns a todos vocês pelo esforço e pela diversão!

TALES – Qual você considera a melhor, Marcelo?

MARCELO – Teve três sinopses que me agradaram mais, então vou escolher pelo conjunto da obra — escrita, síntese, personagens e trama. Assim, meu voto vai para Positanga. Muito bom acompanhar a história da Anna. Já quero na minha mesa (risos)… junto com as outras.

TALES – Sendo assim… Parabéns, DOUGLAS AGANETTI! Você é primeiro protagonista da Casa dos Autores!

LUNA – Parabéns, Douglas!

DIOGO – Parabéns!

DOUGLAS – Gente. É sério isso?! Não estou acreditando! Obrigado, Marcelo.

CÉSAR – O que te falei, cara. Parabéns de verdade, você merece!

TALES – Douglas, você está imune e terá que tomar uma decisão difícil daqui a pouco, na formação da figuração. Marcelo, mais uma vez, muito obrigado pela sua participação no momento mais importante do jogo!

MARCELO – Eu que agradeço o convite! Sucesso para todos vocês! Até mais!

 

Todos os autores foram muito bem, mas o vencedor é só um: Douglas Aganetti. E depois dos comerciais, vamos formar a figuração, que já tem um integrante: Diogo Silva, por não ter enviado o material da prova.

Voltamos já!

 

——————–

 

A novela de Diogo Silva teve seu desfecho nessa noite. Confira agora mesmo as últimas emoções da trama, clicando AQUI.

No dia 10 estreou “Em Tempos de Pandemia”, a nova antologia da WidCyber. Já está disponível o episódio de Vitor Rodrigues: “Como foi seu dia?”. Leia agora mesmo, clicando AQUI.

Escrita por Charlotte Marx, a novela “Estação Medicina” está imperdível e em um momento repleto de reviravoltas. Leia o último capítulo postado clicando AQUI.

 

——————–

 

Voltamos, e vamos direto ao ponto!

— DIA 4 —

TALES – Douglas, qual autor você indica e porquê?

DOUGLAS – Difícil fazer a primeira escolha. Mas vou votar em quem eu tive menos contato até o momento. Não é nada contra e espero que caso volte pro jogo, eu possa ter uma aproximação. Minha indicação é a Selma Dumont.

SELMA – Tudo bem…

TALES – Então temos na figuração, por enquanto: Diogo Silva e Selma Dumont. Agora o restante vai votar no PV.

LUNA – Adorei o momento confessionário. Meu voto foi decidido pelas críticas do Marcelo. Fiquei em dúvida sobre duas pessoas, mas vou votar no César. Achei a crítica dele um pouco pior.

SELMA – A pessoa que menos interagi é o Oswaldo. Vou votar nele.

OSWALDO – Vou votar no João Paulo. Não tive muito contato com ele e acho que ele não teve muita interatividade dentro da casa.

JOÃO PAULO – Leonardo, mas não é nada pessoal. Como é a primeira semana e a sinopse dele foi a única que fugiu do tema proposto, vou votar nele hoje.

ALLAN – Voto no Leo. Não consegui falar muito com ele no grupo.

CÉSAR – Meu voto vai no Leonardo por questão de afinidade mesmo.

LEONARDO – Meu voto vai no Allan por falta de afinidade.

DIOGO – Voto no Allan. Não me identifiquei com ele.

TALES – Com três votos, quem vai pra figuração, junto com Diogo e Selma é… Leonardo Lima!

LUNA – Boa sorte pra vocês!

LEONARDO – Vou ser o primeiro eliminado…

ALLAN – Gente, boa sorte a todxs.

CÉSAR – Desejo o mesmo.

TALES – Agora, cada figurante vai defender sua permanência no jogo.

DIOGO – Deixo aqui registrado meu desejo de voltar para o jogo e poder me entregar o máximo nas provas, convivência, votação, etc. Sou um cara determinado, competitivo. Espero que o Brasil abrace minha causa e me ajude a realizar esse grande sonho de continuar e quem sabe me tornar o grande protagonista!

LEONARDO – Eu torço pela minha permanência para mostrar um pouco mais do meu trabalho como autor. Sim, estive off nesses dias por correria do trabalho, mas vou tentar ao máximo para me manter presente. Votem pra eu ficar!

SELMA – Amores me deixem ficar, tenho muito o que contar e muito o que compartilhar com vocês. Posso até interagir pouco, mas vou tentar ser mais ativa no grupo. Conto com vocês. Beijos!

 

Está formado, MV! DIOGO, LEONARDO E SELMA foram indicados a figuração e agora é com vocês! Lembrando que vocês devem votar para eliminar!

Quem vocês querem ver fora da casa?

CLIQUE AQUI PARA VOTAR!

Na quinta feira voltamos com o resultado! Além disso, vamos mostrar tudo que aconteceu na casa durante esses dias e já anunciar a próxima prova do protagonista!

Espero vocês!

Agora fiquem com mais um momento do nossos autores hoje na casa.

— DIA 5 —

DOUGLAS – Bom dia, casa desanimada!

JOÃO – Já separaram a roupa da premiere? Eu vou com o vestido de carne da Gaga.

LUNA – E eu com vestido voador do ARTPOP.

JOÃO – Amo.

DIOGO – Bom dia, antagonistas.

OSWALDO – Tô já escolhendo minha roupa.

LEONARDO – E eu já estou arrumando minhas malas para a eliminação…

JOÃO PAULO – Calma, my angel.

LUNA – Nada de pensamentos negativo aqui, Leo.

CÉSAR – Infelizmente sempre no início de um reality temos que perder pessoas excepcionais.  Fique tranquilo Léo, tudo pode acontecer, pensamentos negativos atraem coisas negativas.

DIOGO – Fica tranquilo, o que for pra ser, vai ser… Está nas mãos do público!

Atenção: A Widcyber tem a autorização do autor para publicar este conteúdo.

NAVEGAR

  • Achei super interessante a proposta do programa, o primeiro episódio foi muito bem executado e organizado. Deu para se ter uma ótima visão do que pode vir por aí.
    Quanto aos participantes, eu fiquei bem impressionado com o talento de todos, vejo que estão bem focados e isso é essencial para o bom desempenho deles.
    Agora, fazendo uma breve analise das sinopses apresentadas:
    FOLHETINS EM GUERRA: Uma historia clássica de rivalidade que desperta curiosidade, principalmente por fazer referencias a autores reais. Um destaque para a grande vilã Rosamaria que é o tipo de vilã que eu amo, a vilã que faz todas as suas maldades por inveja da protagonista.
    QUEM MATOU EVA?: Partindo do clássico “Quem matou?” nada é mais instigante do que esse artificio, e a sinopse entrega de forma fácil e simples vários suspeitos, o que já desperta de cara a curiosidade. Também destaco a breve sinopse de “O Ultimo Filho” que também chamou minha atenção, (apesar de ser somente a novela dentro da novela), achei uma premissa bem interessante e que gostaria muito de acompanhar.
    PRINCIPIOS MORAIS: essa história traz uma proposta maravilhosa, com vilões super ardilosos e o artificio de plágio é genial, levando em consideração a proposta da prova. Eu concordo com o jurado em relação a pouca quantidade de informações sobre o protagonista, não deu pra se afeiçoar muito a ele, porém fora isso, acredito que é uma web com ótimo potencial.
    QUEM MATOU O FOLHETIM?: Na minha opinião essa foi a melhor sinopse apresentada. Além de ser bem fiel a proposta da prova, trouxe uma história bem folhetinesca e com bastante detalhes que me deixaram super curioso para saber como seria essa historia completa. Com personagens cativantes, vilões cruéis e uma boa dose de mistério, o autor soube muito bem como elaborar situações que com certeza renderia muito. Mas destaco aqui alguns pontos negativos: não curti muito o titulo, achei meio estranho e com pouca harmonia (apesar de fazer sentido). Também notei alguns errinhos na sinopse tipo quando estavam se falando a respeito de Licia (a autora que foi assassinada) e foi colocado o nome de Gloria (a atriz protagonista da novela), eu fiquei meio confuso nessa hora e demorei um pouco pra entender que tinha sido uma pequena confusão de troca de nomes. Mas fora isso, se um dia essa web for publicada gostaria muito de acompanhar.
    POSITANGA: A sinopse vencedora traz uma historia muito promissora e interessante, é o tipo de web que o publico ama. A mocinha sofredora que tem reviravoltas em sua vida ao longo dos anos, com vários amores. É uma historia bem realista e instigante. Também achei maravilhoso a forma em que não se prendeu em trabalhar somente os bastidores da tv, mas também os dilemas de vida da protagonista. Me lembrou bastante as novelas mexicanas. Parabéns.
    COPACA RIO – a história apesar de até ser interessante, foge completamente da proposta da prova, acredito que por uma pequena falta de atenção do autor. Não curti muito o titulo, acho que teria opções melhores. Porém, não posso deixar de elogiar a premissa elaborada, um drama familiar interessante tendo como foco um empresário que quer manter as boas aparências. Também foi o único que apresentou um personagem LGBT. A historia dos filhos do protagonista chama mais atenção, acho que faltou mais detalhes sobre o protagonista em si.
    OLHO NO OLHO – Amo historias que envolvem vingança e já estava sentindo falta nessa prova. Apesar de apresentar um clichê: “o mocinho que se apaixona pela filha de quem jurou vingança” foi bem executada e muito bem encaixada dentro da proposta da prova. E apesar de soar “macabro” me lembrou um pouco os bastidores da novela De Corpo e Alma. Achei uma ideia maravilhosa, com personagens intrigantes e Marcos sem duvida é quase como um típico de anti heroi que a gente acaba entendendo e passando aquele pano.
    PARAÍSO OCULTO – Apesar de se perceber o bom empenho do autor, acredito que faltou elaborar melhor a sinopse. Foi muito resumida e praticamente não deu para se conectar com a historia, e ficou muita confusa, eu realmente não consegui pegar a premissa da obra. Porém, vejo que o autor se esforçou para focar na proposta da prova em trabalhar bastidores da TV e com um pouco mais de dedicação acredito que na próxima prova poderá se sair melhor.

    Muito interessante o espaço dado para o jurado, as opiniões dele super condizentes e bem explicadas, além de encaminhar corretamente o caminho que o autor deve seguir.
    Douglas se saiu melhor na opinião do jurado e merecidamente. Uma pena que Diogo não conseguiu entregar sua sinopse a tempo, vale lembrar que nesse tipo de jogo, o comprometimento é essencial, porém imprevistos acontecem e espero que se ele ficar possamos, enfim, ver seu talento.
    Selma acabou sendo indicada pelo Douglas, justamente pela falta de afinidade, espero que caso ela fique, ela possa se enturmar mais com a galera, pois a boa convivência é de suma importância.
    E por decisão da maioria, Leonardo acabou indo para a figuração. E pude perceber pelas justificativas que a galera vai levar muito em consideração a afinidade e o desempenho nas provas. É normal que uns se destaquem mais que outros, e um conselho que eu dou é que se você não é muito extrovertido, mostre seu talento nas provas e dê o seu melhor.
    Amei a defesa dos 3 e como é a primeira semana e ainda estou conhecendo melhor os participantes não sei bem pra quem torcer. Porém, a julgar pelo fato de ser o único que não enviou sinopse e que não pude ver muito esforço dele, talvez minha torcida seja para que ele saia. Mas não sei, tudo pode acontecer.

    Enfim, a produção do programa está de parabéns e eu realmente AMEI essa estreia e também tive a oportunidade conhecer o Widcyber, e pelos comercias eu já vi que tem muita coisa interessante por aqui. Sucesso pra vocês e até o próximo episodio. 😉

  • Pesquisa de satisfação: Nos ajude a entender como estamos nos saindo por aqui.

    Você também poderá gostar de ler:

    >
    error: Este conteúdo é protegido! A cópia deste conteúdo não é autorizada em virtude da preservação de direitos autorais.
    Rolar para o topo