Destiinos Cruzados
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

CENA 1. BARRACO DE LOBÃO. QUARTO. INT. DIA 

CÉSAR VISIVELMENTE CONSTRANGIDO E ENVERGONHADO DIANTE DE LOBÃO 

CÉSAR               Lobo, eu… como? Eu te apaguei… 

LOBÃO LEVANTA-SE DA CAMA, PEGA SUA CUECA, A VESTE, FALANDO:

LOBÃO              simples, eu não bebi a cerveja. Eu não sou burro, César. Eu vi quando tu tiraste um comprimido do bolso e despejou o pó dentro 

EDIÇÃO: INSERIR FLASH-BACK RÁPIDO DA CENA EM QUE CÉSAR BATIZA A BEBIDA E LOBÃO VENDO TUDO 

CÉSAR               e fingiu tomar tudo, por quê? Por que não me impediu de fazer o que estava fazendo? 

LOBÃO              porque eu queria saber qual era teu objetivo, aonde queria chegar com essa zona toda aqui, e concluo que tu seja apaixonado por mim 

CÉSAR               eu… eu…

LOBÃO              eu ouvi tudo que você disse. Olha só, César, vou deixar algo bem claro aqui, eu e tu, nunca vai acontecer. Eu sou homem, porra! Gosto de mulher. Mulher. Entendeu?

CÉSAR               entendi. Quer saber? Eu te amo sim, sempre te amei, dói, sabia, amar alguém e não ser correspondido. E dói mais ainda, quando esse alguém corta suas esperanças, que é o que cê está fazendo agora comigo, Lobo 

LOBÃO              não, véi, eu tô te mandando a real, justamente pra isso, pra que tu não tenha mais esperanças! Eu jogo em outro time 

CÉSAR               tudo bem. Como dizem: nem tudo que a gente quer, a gente consegue. Vai me expulsar do morro? 

LOBÃO              não! Vamos fazer o seguinte: o que rolou aqui a minutos atrás, nós vamos esquecer, foi um sonho, que não se perdurou por muito tempo. E vida que segue. Agora, por favor, sai. Quero ficar sozinho 

CÉSAR               ok. Um sonho…certo. Tchau!

ELE VIRA-SE PRA SAIR, LOBÃO O CHAMA ATENÇÃO PRA UM DETALHE 

LOBÃO              espera! Ô, certeza que cê vai encontrar alguém que te goste de verdade, fica tranquilo 

CÉSAR               obrigado

CÉSAR SAI. LOBÃO SENTA-SE À BEIRA DA CAMA, SUSPIRA FUNDO 

LOBÃO              quê que foi aquilo? Que loucura, mano! 

CORTE PARA 

CENA 2. BARRACO DE CÉSAR. QUARTO. INT. DIA 

CÉSAR ENTRA. SE JOGA NA CAMA E FICA LÁ, PENSATIVO 

CORTE PARA 

CENA 3. STOCK-SHOTS. AMANHECER. ANOITECER. EXT 

CENA 4. STOCK-SHOTS. AMANHECER. EXT. DIA 

CENA 5. APART DE PEDRO. SALA. INT. DIA 

ABRE EM PEDRO QUE RECEBE UM ENVELOPE DO CARTEIRO. CARTEIRO ACENA E VAI EMBORA. PEDRO FECHA A PORTA E SAI PRA COZINHA 

CORTE RÁPIDO 

CENA 6. APART DE PEDRO. COZINHA. INT. DIA 

PEDRO TERMINANDO DE PASSAR O CAFÉ. NATHI ENTRA 

NATHI               (CUMPRIMENTA COM UM BEIJINHO) bom dia! 

PEDRO              bom dia. Fiz café!

NATHI               percebi. Vem. Senta comigo 

OS DOIS SENTAM À MESA 

PEDRO              pode deixar que eu hoje eu levo Petra pra creche, tá?

NATHI               ah, que bom. E você, como você está?

PEDRO              bem, apesar dos pesares, não é? Mas eu decidi que vou erguer minha cabeça e bola pra frente! Quero mais é esquecer tudo isso 

NATHI               faz bem. Se é isso que você quer, eu o apoio. Bem. (LEVANTA) Deixa-me ir que já estou atrasadíssima. Beijos. Ah, (VÊ OS PAPÉIS NO BALCÃO) que papéis são aqueles, Pedro? 

PEDRO              são… uns casos que eu estava a estudar, sabe, de trabalho que eu trouxe para dá uma estudada 

NATHI               ah, tá. Vou indo. Tchau! 

NATHI SAI. PEDRO VERIFICA SE DE FATO ESTÁ SOZINHO, SÓ ENTÃO ELE PEGA O ENVELOPE DE CIMA DO BALCÃO. ABRE E COMEÇA A LER ATENTAMENTE O CONTEÚDO. CLIMA DE SUSPENSE

CORTE PARA 

CENA 7. UNIVERSIDADE. CORREDORES. INT. DIA 

NATHI VEM AVANÇANDO EM DIREÇÃO A SAMUEL 

NATHI               migo, bom dia, (ABRAÇO), você voltou? 

SAMUEL           (ALEGRE) bom dia! 

BRUNO CHEGA POR ALI, JÁ FALANDO: 

BRUNO             ora, ora, vejam só quem voltou… bem-vindo, Samuel 

SAMUEL           pois é, voltei, é que tinham certeza pessoas, que estavam dizendo que só você estudava e eu nada, mas eu tô aqui firme e forte, amores!

NATHI               arrasou! 

BRUNO AVISTA CAIO SE APROXIMANDO 

BRUNO             ih, lá vem minha isca 

SAMUEL           ainda nessa peleja, Bruno?

BRUNO             o que o amor não faz, né, gente. (CHAMA) Caio! 

CAIO SE APROXIMA, SÉRIO 

CAIO                  (SECO) que é? 

BRUNO             topa jantar comigo hoje à noite? 

CAIO                  não! 

E SEGUE CAMINHANDO

NATHI               uhhh!

SAMUEL           é, cara, depois desse toco, vai pra sala, vai estudar, ocupar a mente. Boa aula, lindo! 

NATHÁLIA SE APROXIMA DE SAMUEL, PARA AO SEU LADO, OS DOIS OBSERVAM BRUNO ANDANDO RUMO A SUA SALA DE AULA 

NATHI               tadinho do nosso amigo!

SAMUEL           é, coisas do amor… e vem cá, e teu irmão?

NATHI               ah, esse daí está de boa. Resolveu deixar pra trás toda aquela história do passado da Alicia 

SAMUEL           estranho… enfim. Bora pra aula! 

NATHI               vamos! 

SAEM PRA AULA 

CORTE PARA 

CENA 8. APTO DE HUGO. SALA. INT. DIA 

LÍDIA VENDO TV. PASSA UMA NOTÍCIA. UM VENTO FORTE E FRIO ENTRA PELA JANELA QUE ESTÁ ABERTA. CLIMA DE MISTÉRIO. ELA SENTE UM CALAFRIO NA ESPINHELA 

LÍDIA                nossa, que calafrio… 

ELA LEVANTA-SE, VIRA-SE PRA IR RUMO À JANELA, ASSUSTA-SE AO VÊ O VULTO DE HUGO ATRÁS DA CORTINA

LÍDIA                        (GRITO) Ahhh! 

ELA DE IMEDIATO PEGA SEU CELULAR E CHAMA CÉSAR. CORTE EM DESCONTÍNUIDADE PARA ELA JÁ ABRINDO A PORTA PARA CÉSAR. ELA O PUXA PRA DENTRO

CÉSAR               que foi dessa vez, hein? 

LÍDIA                eu vi, eu vi, eu vi…

CÉSAR               (SEM ENTENDER) hã? Viu, viu quem, desgraça?

LÍDIA                o Hugo, ele estava atrás da cortina. (APONTA) Ali 

CÉSAR               vem cá, tu tomou cachaça no lugar do café, foi isso? Eu, hein! Deu agora pra ver fantasma? Não tô vendo ninguém ali 

LÍDIA                acha que eu estou mentindo, né? mas é sério. Eu vi. Estava ali, ó, atrás daquela cortina. Tava me encarando, eu juro 

CESAR SE APROXIMA DELA, SEGURA FIRME EM SEU ROSTO 

CÉSAR               chega! Cala a boca. Olha pra mim, Lídia. Tu não viu nada. Nada. O Hugo estar morto. Não pira!

LÍDIA                é?

CÉSAR               é. agora chega. Acabou a palhaçada! 

LÍDIA                ok 

CÉSAR               agora, eu vou fechar a janela, tá bom? Vou lá. Aproveita e toma uma água com açúcar pra se acalmar

LÍDIA SEGUE PRA COZINHA. CÉSAR VAI ATÉ A JANELA E A FECHA. CAMPAINHA TOCA. CÉSAR VAI ATÉ A PORTA E VÊ PEDRO PELO OLHO MÁGICO. LÍDIA VOLTA DA COZINHA 

CÉSAR               (SUSSURRA) é o Pedro… 

LÍDIA                se esconde, vai, no meu quarto 

CÉSAR               muda essa cara, faz aloka! 

CÉSAR VAI PRO INTERIOR DO APTO.  LÍDIA SE RECOMPÕE. ABRE A PORTA 

LÍDIA                 olá, Pedro! 

PEDRO              oi. Posso entrar? 

LÍDIA                por favor 

PEDRO              bem. Vou ser direto: vamos sair pra jantar hoje? 

LÍDIA                vamos, vamos sim 

PEDRO              que bom. No Belmonte, às 20h00min 

LÍDIA                combinado, lindo

PEDRO              tenho que ir agora. Tenha um bom dia! 

PEDRO A BEIJA NO ROSTO E SAI. CÉSAR VINDO DO CORREDOR

CÉSAR               jantar, é? uhm… já shipo o casal do ano: #Pelí 

LÍDIA                achei estranho esse convite. O que será que ele quer, hein? 

CÉSAR               só vai saber indo, vadia. Beijos. Fui. E cuidado pra não voltar a ver o fantasma do ex-amado 

SAI DANDO RISADAS

LÍDIA                veado! Eu espero não voltar a vê-lo… 

CORTE PARA 

CENA 9. UNIVERSIDADE. FRENTE. EXT. DIA 

ABRE EM BRUNO CONVERSANDO FORA DE ÁUDIO COM ALGUNS COLEGAS DE CLASSE. CAIO PASSA POR ELES. BRUNO O AVISTA. CAIO VAI SAINDO DA UNIVERSIDADE. SEGUE ANDANDO. UM HOMEM PASSA A SEGUI-LO. BRUNO PERCEBE.  INVENTA ALGO PRO SEUS COLEGAS E VAI ATRÁS. CLIMA DE SUSPENSE 

CORTE PARA 

CENA 10. SHOPPING. INT. DIA 

CAIO ENTRANDO. PASSEIA PELO AMBIENTE. ENTRA EM ALGUMAS LOJAS E SAI. SEMPRE SENDO SEGUIDO PELO TAL HOMEM E BRUNO ATRÁS OBSERVANDO TODOS OS SEUS PASSOS 

BRUNO             esse cara está seguindo o Caio. Está seguindo ele…

VAI ATRÁS O OBSERVANDO E SEMPRE DISFARSANDO. CAIO COMPRA ALGUMA COISA NO ANDAR DE CIMA. SAI DA LOJA COM UMA SACOLA. VAI INDO DISTRAIDO NO CELULAR PRA ESCADA ROLANTE. PARA NA BEIRADA. O TAL HOMEM VEM POR TRÁS. O EMPURRA. CAIO SE DESEQUILIBRA. BRUNO APARECE E O PUXA PELO BRAÇO. CLIMA TENSO. O HOMEM TENTA IR PRA CIMA. BRUNO O CHUTA. ELE CAI NO CHÃO. LEVANTA RAPIDAMENTE E SAI CORRENDO

BRUNO             parece que é minha sina, te salvar a todo instante 

CAIO                  caralho, meu coração veio na boca agora! Puta que pariu! Olha a altura disso aqui… valeu por ter me puxado, se não fosse você… 

BRUNO             que isso. o importante é que cê tá bem agora! E eu acho que aquele cara já se foi… saiu daqui correndo 

CAIO                  melhor eu ir embora. Chega de grandes emoções por hoje 

BRUNO             eu te acompanho, é só pra garantir que aquele verme não vá voltar 

CAIO                  tá, tá bom. vamos logo! 

E VÃO EMBORA 

CORTE PARA 

CENA 11. MANGUEZAL. BECO. EXT. DIA 

CÉSAR REAGINDO DIANTE DO TAL HOMEM 

CÉSAR               incompetente, imprestável é isso que tu é!

HOMEM            chegou um outro cara e me nocauteou, não tinha como… como eu segurar os dois 

CÉSAR               sai da minha frente. Mete o pé! Vai, vai logo. Antes que eu meta um tiro no meio dessa tua testa, seu cuzão

HOMEM            tá. já tô indo. Falou aí! 

HOMEM SAI. FECHA EM CÉSAR MUITO BRAVO 

CORTE PARA 

CENA 12. CASA DE SAMUEL. SALA. INT. DIA 

SAMUEL AO CELULAR COM LEONARDO. ROSA À PARTE

SAMUEL           (AO CEL) jantar? Sim, claro que eu aceito! Só me fale a hora e o local. (T) Ok. Sei onde fica. Tá. até mais tarde (DESLIGA)

ROSA                 uhm! jantar, é? 

SAMUEL           é, mas não é nada além disso, é só um jantar entre amigos! 

ROSA                 sei… um jantar entre amigos! 

SAMUEL           deixe eu ir me arrumar. Beijos, dona Rosita! 

ROSA                 tá. vai lá. Arrasa no look! E vê se agarra esse boy!

SAMUEL VAI INDO RUMO ÀS ESCADAS 

SAMUEL           não! nem fodendo! 

ROSA                 se você diz, esperaremos as cenas dos próximos capítulos… 

CORTE PARA 

CENA 13. STCK-SHOTS. ANOITECER. EXT. NOITE 

CENA 14. RESTAURANTE. INT. NOITE 

RESTAURANTE CALMO. CLIMA AGRADÁVEL. PEDRO E LÍDIA CHEGANDO POR ALI. SÃO RECEPCIONADOS E LEVADOS ATÉ A MESA PELO MAÎTRE. SENTAM À MESA. UM VINHO É SERVIDO PELO GARÇOM. BRINDAM SUAS TAÇAS E APRECIAM O VINHO. CÂM VAI DE ENCONTRO A LEONARDO E SAMUEL QUE ALI ESTÃO EM UMA MESA PRÓXIMA. SAMUEL RECONHECE LÍDIA E PEDRO 

LEO                    cê conhece aqueles dois, Samuel? 

SAMUEL           sim, ele é meu chefe, ou ex, não sei. Estranho…

LEO                    o que é estranho? 

SAMUEL           os dois juntos, nada a ver. Essa mulher, é a Lídia, a ex do seu irmão

LEO                    é, parece que ela mal deixou o corpo do meu irmão esfriar e já está em outra 

SAMUEL           pois é, pelo visto a fila já andou pra ela… e ele… 

CORTE EM DESCONTÍNUIDADE PARA. JANTAR À MEIO. PEDRO E LÍDIA 

LÍDIA                você se sujou!

PEDRO              muito? Onde? 

LÍDIA                deixa. eu limpo pra você 

PASSA SEU DEDO POLEGAR NO CANTO DA BOCA DE PEDRO 

PEDRO              foi? 

LÍDIA                uhum

PEDRO              bom, eu te convidei pra esse jantar porque/ 

PARA DE FALAR AO AVISTAR SAMUEL E LEONARDO. SE SENTE INCOMODADO 

LÍDIA                que foi? Algum problema? 

PEDRO              nada, achei que tivesse visto um conhecido… Enfim. É… como eu ia dizendo, eu… na verdade, tenho um pedido pra te fazer 

LÍDIA                ah, é? e que pedido seria esse? 

LEVANTA-SE DE SUA CADEIRA. PÕE-SE DE JOELHOS NO CHÃO. PEDE A MÃO DELA 

PEDRO              aceita namorar comigo?

CORTE PARA: LEO E SAMUEL QUE OBSERVAM A CENA 

LEO                    é… a coisa ali é bem séria, Samuel? 

SAMUEL           patético, no mínimo! 

LEO                    (O OBSERVA) e isso te incomoda? 

SAMUEL           nem um pouco, aliás, me incomoda sim, o fato dessa vadia está desrespeitando a memória do meu amigo 

VOLTA PARA: LÍDIA REAGINDO DIANTE DE PEDRO 

LÍDIA                (FELIZ) claro que aceito, meu amor!

PEDRO SORRI. OLHA EM DIREÇÃO A SAMUEL, QUE TASCA UM BEIJÃO EM LEONARDO. INSTANTES. PEDRO LEVANTA-SE DO CHÃO, PUXA LÍDIA E A BEIJA

LEO                    (RECUPERANDO O FÔLEGO) o que foi isso? 

SAMUEL           um beijo. Te achei um cara bonito, tal, senti vontade: beijei

LEO                    obrigado… 

SAMUEL           vamos? Pra mim deu, e eu estou cansado 

LEO                    claro! vamos sim. deixa eu só pagar a conta e a gente vai, tá bom? 

SAMUEL           tá, eu espero… 

LEO PAGA A CONTA E EM SEGUIDA OS DOIS DEIXAM O RESTAURANTE 

CORTE PARA 

CENA 15. STOCK-SHOTS. EXT. AMANHECER. DIA 

CENA 16. CASA DE SAMUEL. SALA. INT. DIA 

SAMUEL VEM DAS ESCADAS. SE ASSUSTA AO DEPARAR-SE COM PEDRO ALI NA SALA, SENTADO NO SOFÁ A SUA ESPERA 

SAMUEL           está fazendo o quê aqui? Cadê minha mãe? Ela te deixou entrar aqui? 

PEDRO              (LEVANTA) bom dia, né, primeiro. Parece que sua foda com seu namoradinho foi ótima, né? 

SAMUEL           quê? 

PEDRO              sua mãe saiu, ela me deixou ficar aqui a sua espera. Preciso falar contigo!

SAMUEL           tá. então, fala logo e vai embora, por favor! 

PEDRO              tá nervosinho… que foi? O namorado não deu conta do recado ontem à noite não? 

SAMUEL           ah, deu. Com certeza deu! Isso ele dá sempre! Quer detalhes de como ele é bom no que faz? 

PEDRO              não, poupa-me disso. O que eu vim falar aqui é sério, da tua ligação com o Lobão, chefe do tráfico no manguezal  

SAMUEL           de novo essa história? só porque cê pensa que me viu com ele, que ligação? A gente não tem ligação nenhuma, não. Cara, desencana! 

PEDRO              ah, vocês têm. Ligação sanguínea. Vocês são irmãos! 

FECHA EM SAMUEL SEM REAÇÃO 

CORTE PARA 

CENA 17. CEMITÉRIO. EXT. DIA 

ABRE EM ROSA. CLIMA DE MISTÉRIO. VAI SE APROXIMANDO DE UM TÚMULO. TRAZ CONSIGO UM RAMALHETE DE FLORES. CHEGA AO TÚMULO. FICA ALI DIANTE DESTE. INSTANTES. CLIMA DE SUSPENSE. CÂM VAI DE ENCONTRO A LAPIDE ONDE ESTÁ O NOME DE ALICIA E UMA FOTO 

ROSA                 vim te ver de novo, filha! 

CORTE PARA 

FINAL DO CAPÍTULO

Atenção: A Widcyber tem a autorização do autor para publicar este conteúdo.

cropped-wid-1.png

NAVEGAR

>
error: Este conteúdo é protegido! A cópia deste conteúdo não é autorizada em virtude da preservação de direitos autorais.
Rolar para o topo