Destiinos Cruzados
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

DESTINOS CRUZADOS.

NOVELA DE

UELITON ABREU. 

ESCRITA POR

UELITON ABREU.

CENA 1. IGREJA. INTERIOR. DIA 

ABRE EM NATHI 

NATHI                  Ih, ferrou. Agora não entendi foi mais nada!

ALAN                    ele tem motivos pra esta decisão que tomara 

NATHI                  louca pra saber esses motivos…

CORTE PARA: NO ALTAR, LÍDIA E PEDRO 

LÍDIA                    Pedro, o que houve? Por quais motivos você não quer mais casar comigo? 

PEDRO                 por inúmeros motivos, nos quais tu sabes muito bem quais são, sua farsante! 

NISSO, ELE A PEGA PELO SEU BRAÇO À FORÇA, E A ARRASTA PARA FORA DA IGREJA 

NATHI                  barraco, adoro! Partiu, vem, Junior, Samuel. Não quero perder nada 

NATHI SAI ARRASTANDO JUNIOR E SAMUEL PELO BRAÇO 

LÍDIA                    você tá me machucando! 

TODOS VÃO INDO PRO EXTERIOR DA IGREJA 

CORTE PARA

CENA 2. IGREJA. FRENTE. EXTERIOR. DIA

ABRE EM PEDRO SEGURANDO LÍDIA PELO BRAÇO. PÚBLICO À PARTE 

PEDRO                 presumo que todos estejam curiosos em saber o motivo pelo qual eu disse não minutos atrás ali, naquele altar, pois bem, vos direi… Essa vagabunda, não passa de uma traficantezinha de merda, ela repassa drogas sintéticas pro Lobão. É, é isso mesmo, ela é braço direito do dono do morro manguezal, e só se aproximou de mim pra ficar me vigiando, sabendo dos nossos passos na delegacia, caso a gente fosse tentar invadir o morro, ela passaria informações pro chefão. E como não bastasse tudo isso, fingiu-se de grávida…

LÍDIA                    não! Eu estava grávida… só que eu sofri um acidente e perdi… 

PEDRO                 estava, mas o filho não era meu… 

LÍDIA                    como é que cê sabe? a gente ficou naquela noite, lembra? Sem preservativo 

PEDRO                 acontece, sua burra, que eu não posso mais ter filho. Depois da morte da Alicia, eu fiz vasectomia. Logo, esse filho jamais poderia ser meu. Descarada! ela planejou tudo direitinho, até me levar num ginecologista falso, ela me levou. (RI) Como você foi burra. Eu acho que tu esqueceras que eu só policial e trabalho com investigações. Fui atrás do teu passado, obtive um dossiê completo ao teu respeito. Aliás, já que não tem casamento, não precisa mais estar com esse vestido, né? Então, vamos tirá-lo. Eu te ajudo! 

PEDRO NUM ATAQUE DE FÚRIA, RASGA TODO O VESTIDO COM SUAS MÃOS, A HUMILHANDO, PERANTE TODOS OS CONVIDADOS. LÍDIA CHORA, ESTÁ ENVERGONHADA, HUMILHADA E DEVASTADA. ELA COBRE SEUS SEIOS COM AS MÃOS. SAFIRA SAI DALI E VAI EMBORA 

PEDRO              ah, esqueci do principal. Você está presa! 

MARIO JÁ SE APROXIMA COM A ALGEMA 

LÍDIA                 (ESBRAVEJA) desgraçado! Eu te odeio. Vai pro inferno! 

É CONTIDA POR MARIO 

CORTE PARA 

CENA 3. BARRACO DE CÉSAR. INTERIOR. DIA 

BEBÊ CHORANDO NO COLO DE CÉSAR, QUE ANDA DE UM LADO PRO OUTRO. O CELULAR JÁ AO PÉ DO OUVIDO, LIGANDO PARA LOBÃO 

CÉSAR               para de chorar, ratinho! Seu papai um está ligando pro seu papai dois, mas ele não atende. Droga!

LOBÃO CHEGA DA RUA

CÉSAR               onde você estava, hein? Toma aqui, essa criatura não para de chorar. Já não sei mais o que fazer. Eu não sei o que ela tem

LOBÃO               eu estou aqui! (TOMA O BEBÊ DOS BRAÇOS DE CESAR) ele deve está com fome. Já deu a mamadeira dele?

CÉSAR               como assim? ele não come comida igual à gente…

LOBÃO               César, é um bebê… não vai me dizer que não tem uma mamadeira aqui? 

CÉSAR               é, tem não. nunca tive filho por que haveria de ter uma? aliás, já tive muitas mamadeiras, só que de outro tipo… se é que me entende… 

LOBÃO               imagino! eu vou levar ele, tá? Vou dar de mamar e o trago 

LOBÃO SAI LEVANDO O NENÉM 

CÉSAR               fique o tempo que quiser com ele. Até logo! Graças a Deus, que alivio! 

CHEGA UMA MENSAGEM NO CELULAR DE CÉSAR. ELE LÊ A MENSAGEM E EM SEGUIDA SAI PRA RUA. CLIMA DE SUSPENSE 

CORTE PARA 

CENA 4. QUARTO DE HOTEL. INTERIOR. DIA 

HUGO PEGA UMA ARMA. ENFIA NA CALÇA E SAI 

CORTE PARA 

CENA 5. BARRACO DE LOBÃO. INTERIOR. DIA 

LOBÃO NO SOFÁ DANDO MAMADEIRA A GABRIEL. TEMPO 

CORTE PARA 

CENA 6. DELEGACIA. SALETA. INTERIOR. DIA 

BRUNO À ESPERA DE CAIO. CAIO É TRAZIDO POR UM AGENTE

BRUNO              (SE APROXIMA, BEIJO) saudades. Vem cá, me diz, o que cê fez no passado pra está aqui, nessa prisão fétida? 

CAIO                  eu participei de um crime, um assassinato pra ser especifico, isso já faz muito tempo. Eu fui pago pra dirigir o carro junto a outros três caras. Que forjaram um assalto contra o policial, Pedro, e nesse assalto era para sua esposa ser morta, e foi. Juro que não fui eu que atirei, nem sei bem quem atirou, estava tão nervoso e foi tudo tão rápido que quase nem reparei em nada 

BRUNO              eu acredito em você. Eu vejo em seus olhos que estar a dizer a verdade. Eu te amo. E pode ter a certeza que irei está aqui fora, a te esperar… 

TOCA A MÃO DE CAIO QUE ESTÁ SOBRE A MESA 

CAIO                  você é maravilhoso! (SORRI EMOCIONADO) te amo! 

BRUNO              aliás, já ia esquecendo, melhor, não ia não. Tenho algo a te pedir

BRUNO SE DIRIGE PARA O LADO DE CAIO, RETIRA DE SEU BOLSO UMA CAIXINHA COM ANEL DE NOIVADO. PÕE-SE DE JOELHOS NO CHÃO, SUAS MÃOS ESTÃO TRÊMULAS. O OBSERVA E DIZ:

BRUNO              Caio Castelo. Quer casar comigo?

CAIO                  (COM OS OLHOS MAREJADOS, EMOCIONADO) Yes! Sim, eu aceito! (RI) para de tremer! 

BRUNO              é o nervosismo… prometo te fazer feliz pro resto da vida… te amo! 

COLOCA O ANEL DE NOIVADO NO DEDO DELE

CAIO                  assim espero!

BRUNO LEVANTA-SE E O BEIJA, APAIXONADO 

AGENTE            foi lindo, sorte aí pra vocês, mas o tempo de visita acabou. Tenho que levá-lo de volta para cela 

CAIO                  tudo bem. Fica bem. Logo, logo, a gente se encontra. Te amo! 

CAIO É LEVADO PELO AGENTE DE VOLTA PRA CELA 

BRUNO              também te amo! 

FECHA NA FELICIDADE DE BRUNO

CORTE PARA 

CENA 7. IGREJA. FRENTE. INTERIOR. DIA 

NATHI FRENTE A FRENTE COM LÍDIA. AMBAS SE ENCARANDO

LÍDIA                 está olhando o quê?! 

NATHI               a tua queda, querida! Sabia que tu valias nada, sempre soube… (VIRA-SE PRA SAIR, PORÉM LEMBRA-SE DE ALGO) ah, ia esquecendo. Isso é por ter enganado meu irmão (A ESBOFETEIA) e isso é por ter feito o Samuel sofrer, vadia! (OUTRA BOFETADA) 

LÍDIA CAI NA GARGALHADA 

LÍDIA                 eu nunca gostei de ti, nojenta. Quero mais que vocês morram, vão tudo pro inferno. Idiotas! nunca gostei de vocês, vocês foram uns tolos e caíram direitinho no meu papo. Bobos. Teria conseguido se não fosse por essa cachorra! Não se preocupem isso aqui vai ter troco, se vai. Lídia castelo sempre dá a volta por cima e com classe 

PEDRO              chega! Cala a boca! Mario, leve-a daqui 

MARIO              claro. Vambora. Calada! 

LÍDIA É LEVADA POR MARIO. PEDRO RETIRA SEU TERNO E GRAVATA. OBSERVA TODOS OS CONVIDADOS. DECIDE ENTÃO FAZER UM PRONUCIAMENTO 

PEDRO              atenção, todos! Eu quero aqui aproveitar esse ensejo; para dizer que a pessoa, que eu realmente amo e quero que esteja ao um lado pro resto da vida, está aqui entre vocês. Essa pessoa, eu a conheci de uma forma um tanto inusitada. ele me desacatou e eu o levei preso. A partir daí o destino nos colocou lado a lado novamente, sem ao menos eu imaginar, ele passou a trabalhar lá em casa como babá, cuidando da minha princesa. Vivíamos feito cão e gato, um cutucando, provocando, afrontando um ao outro. Lembro-me muito bem que você, Nathi, me disse uma vez que toda essa nossa rincha ia dá em amor, pois é você estava certa, é amor. Eu sei que esse amor é recíproco. E eu quero vive-lo. Samuel, vem aqui! 

TODOS OS OLHARES SE VOLTAM PRA SAMUEL, QUE ESTÁ VISIVELMENTE EMOCIONADO, SEUS OLHOS MAREJADOS. ELE LOGO INDAGA:

SAMUEL            eu? 

JUNIOR              vai lá, gajo! 

ALAN                 vai pro cara que te ama… vai! 

SAMUEL SOBE AS ESCADAS E VAI ATÉ PEDRO QUE FICA DE FRENTE PARA ELE, SORRI. O OLHA FIXAMENTE NOS OLHOS. SEGURA EM SUAS MÃOS, QUE SE ENCONTRAM TRÊMULAS E FRIAS, PELO SEU NERVOSISMO

PEDRO              você sabe que eu te amo, não sabe? Já te dei várias provas, quando eu te agarrava e te beijava. Eu não sei porque, mas esse teu jeito foi me conquistando, me ganhando de uma forma que, quando vi, já não consegui mais controlar, já estava completamente apaixonado, só queria estar perto de ti, pra te sentir, pra te amar… 

NATHÁLIA TODA EMOCIONADA PUXA OS APLAUSOS DA PLATEIA QUE ALI HAVIA SE FORMADO. NO ALTO DE UM PRÉDIO, HÁ-SE UM ATIRA-     DOR OU ATIRADORA, POIS É DIFÍCIL SUA IDENTIFICAÇÃO UMA VEZ QUE ESTÁ TODO ENCAPUZADO. SUA ARMA MIRA E DIREÇÃO A PEDRO

PEDRO              esse é o cara que eu realmente amo! 

UM TIRO É DISPARADO, ATINGE O PEITO DE PEDRO, QUE CAMBALEIA PARA TRÁS, EM SEGUIDA OUTRO QUE FAZ COM QUE ELE CAIA NO CHÃO. SANGUE É EXPELIDO DE SUA BOCA. TODOS FICAM ASSUSTADOS

SAMUEL             Pedro! 

INSERT. VOZ ECOANTE DE SAMUEL 

CORTE PARA 

FINAL DO CAPÍTULO

Atenção: A Widcyber tem a autorização do autor para publicar este conteúdo.

cropped-wid-1.png

NAVEGAR

>
error: Este conteúdo é protegido! A cópia deste conteúdo não é autorizada em virtude da preservação de direitos autorais.
Rolar para o topo