Destiinos Cruzados
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

CENA 1. CASA DE SAMUEL. INTERIOR. NOITE 

CONTINUAÇÃO DA ÚLTIMA CENA 

ROSA                 entra! 

LOBÃO              com licença! (ENTRANDO) E o Samu, está aí?

ROSA                 (FECHA A PORTA) não, ele saiu, o que é bom, não é? Pra conversarmos sobre… 

LOBÃO              (CORTA, JÁ SE EXPLICANDO) olha sobre o que ocorreu hoje mais…

ROSA                 (CORTA, ENCARA) você tentou me matar! Nunca pensei que você fosse capaz disso. Eu sempre cuidei de ti, te tratei como um filho… eu troquei tuas fraudas, garoto. E dessa forma que cê me agradece? 

LOBÃO              eu sei, eu errei. Te peço perdão por isso. Foi mal!  eu estava em choque com a sua revelação, você não tem noção da gravidade daquilo que havia me dito. Eu e Alicia, nós transamos, nos amamos e, de repente, surge essa bomba, de que somos irmãos 

ROSA                 mas isso não justifica o que você fez, ter me empurrado daquela forma 

LOBÃO              eu sei. e me arrependo muito por isso. Só espero que um dia você possa me perdoar 

ROSA                 será mesmo, Lobo? Até porque aquele seu amigo, ele sim queria terminar seu serviço 

LOBÃO              César… como você…? Vem cá, como você sobreviveu? Eu te vi lá, morta! 

ROSA                 eu não estava morta! Só desmaiada, um desmaio rápido, e vocês nem sequer testaram minha pulsação. Convenhamos que ambos foram burros em relação a isso. E pra finalizar, ainda tiveram a indelicadeza de me abandonar num lugar desértico 

LOBÃO              e como você conseguiu sair de lá?

ROSA                 celular, lembra? Liguei pra uns amigos e eles me levaram de lá 

LOBÃO              sinto muito, de verdade, perdão! Me perdoa, por favor!

ROSA                 o meu perdão, por agora, você não terá, Lobo. Ainda estou muito magoada e abalada com tudo que me aconteceu 

LOBÃO              eu lhe entendo, consigo me colocar em seu lugar 

ROSA                 não, não consegue, não. Só quem já passou pelo que eu passei sabe. Você não!

LOBÃO              ok. Bom. Eu preciso voltar pro morro 

SE VIRA PARA IR EM DIREÇÃO A PORTA, ROSA O CHAMA ATENÇÃO 

ROSA                 espera! Quero falar sobre a Alicia 

ELE SE VOLTA A ELA 

LOBÃO              o quê?

ROSA                 vocês não são irmãos! 

LOBÃO              quê? Mas você disse que nós éramos irmãos! 

ROSA                 e são, mas não de sangue, apenas de criação 

LOBÃO              não é possível 

ROSA                 Alicia é minha filha de coração eu a amamentei, por conta que sua mãe de sangue havia perdido todo seu leite. Não se preocupe, vocês não cometeram incesto. Já pode ir agora 

LOBÃO              ok. Obrigado por me revelar a verdade 

ROSA                 de nada!

LOBÃO              até mais! Tchau! 

LOBÃO SAI. ROSA FICA ALI COM AR DE MISTERIO 

CORTE PARA 

CENA 2. STOCK-SHOTS. AMANHECER. EXTERIOR. DIA 

CENA 3. APTO DE HUGO. SALA. INTERIOR. DIA 

CAMPAINHA TOCA. LÍDIA VEM DO CORREDOR. VAI ATENDER 

LÍDIA                oi, César. (PUXA-O PELO BRAÇO) Entra! 

CÉSAR               ou! Quê que foi, vadia? Eu, hein! Quê que foi? vai me dizer que o fantasma do Hugo resolveu aparecer novamente pra ti? 

LÍDIA                não, veado. É sério! 

CÉSAR               (SENTA NO SOFÁ) então fala, criatura, ou quer que eu adivinhe? 

LÍDIA                eu tô grávida!

CÉSAR               e? Vai dizer o quê? Que eu sou pai? Nem vem, que a senhorita bem sabe que eu gosto de macho! Pelo menos, eu ainda acho… 

LÍDIA                idiota! (ENCARA) Quer levar a sério a conversa? 

CÉSAR               e o que há de mal nisso? Gravidez é algo bom, não? ao menos é o que dizem… 

LÍDIA                tudo! Eu não quero isso, não quero ser mãe, por que isso foi acontecer logo comigo? Isso não estava nos meus planos 

CÉSAR               e eu que sei! Só usar um método contraceptivo chamado: camisinha quando for dar a pepeka, vadia. Conhece? 

LÍDIA                (FAZ RISINHO) tá todo engraçadinho, ele… que foi, deu a rabo pra algum macho, foi?

CÉSAR               minha vida pessoal não lhe diz respeita, fofxs 

LÍDIA                nossa! 

CÉSAR               tá, mas voltando ao assunto, quem que é o pai dessa criaturinha aí? 

LÍDIA                o Pedro, é claro! 

CÉSAR               ele vai adorar, já que a menininha lá não é filha dele de sangue 

LÍDIA                ou odiar, né? Eu não vou contá-lo, não por agora! 

CÉSAR               faz o que você quiser, o que eu quero, e principalmente o Lobo, nosso big boss, é que você o mantenha longe do morro  

LÍDIA                disso eu já estou cuidando muito bem! 

CÉSAR               que bom. (LEVANTA) Bem, tenho que ir. Até logo mais. Tenho um serviço pra realizar agora. Bom dia, mamãe do ano! 

CÉSAR SAI RINDO. LÍDIA O ENCARA

LÍDIA                idiota! 

CORTE PARA 

CENA 4. CRECHE. FRENTE. EXTERIOR. DIA 

ABRE EM CÉSAR DE TOCAIA DENTRO DE SEU CARRO. INSTANTES. CLIMA DE SUSPENSE. UM TÁXI PARA EM FRENTE A CRECHE. DE DENTRO SALTAM: NATHI COM PETRA EM SEU COLO. TÁXI SAI. CORTE PARA. CÉSAR QUE JÁ PÕE SEU CAPUZ E SAI DO CARRO. CÉSAR SE APROXIMA EM PASSOS RÁPIDOS E CONTÍNUOS. JÁ ABORDANDO NATHI COM UM REVÓLVER 

CÉSAR               shh! Se gritar, tu morre! 

NATHI               meu Deus! Por favor, moço, eu não tenho dinheiro aqui comigo 

CÉSAR               e quem disse que eu quero grana? Eu quero a menina! 

NATHI               quê? Não!

CÉSAR TOMA PETRA DOS BRAÇOS DE NATHÁLIA À FORÇA, A EMPURRANDO. NATHI CAI NO CHÃO. CÉSAR FOGE DALI. ENTRA EM SEU CARRO E VAI EMBORA CATANDO PNEU 

NATHI               (CHORA, DESESPERO) não! 

NO DESESPERO DELA 

CORTE PARA 

CENA 5. HOSPITAL. SALA DE ESPERA. INTERIOR. DIA 

ÁTILA E SAFIRA SENTADOS A ESPERA DE NOTÍCIAS DE CAIO. UM MÉDICO SE APROXIMA 

MÉDICO           família de Caio Castelo?

ÁTILA               somos nós, doutor!

SAFIRA             e aí, como ele está?

MÉDICO           está bem, está em observação. Sua cirurgia foi um tanto complicada, ele teve uma forte lesão na medula espinal 

ÁTILA               e essa lesão pode vir a ocasionar alguma sequela, doutor? 

MÉDICO           sim. há uma grande possibilidade do filho de vocês vir a ficar paraplégico por conta dessa lesão em sua medula 

ÁTILA               (BAQUE) meu Deus! 

SAFIRA NÃO ESBOÇA NENHUMA REAÇÃO 

MÉDICO           agora vocês têm de serem fortes, para apoiá-lo 

ÁTILA               seremos, doutor! 

MÉDICO           com licença! (SAI) 

SAFIRA             bem feito…

ÁTILA               (SÉRIO, INCRÉDULO) como é? 

SAFIRA             é, bem feito sim, isso é castigo por ele ser assim, desviado, um pervertido 

ÁTILA               sério, você me enoja! 

SAFIRA             vomita!

ÁTILA               fica aí, sozinha, e vê se repensa esses teus pensamentos esdrúxulos 

ELE SAI ANDANDO A DEIXA SOZINHA

SAFIRA             (A SI) vai, vai. Só que me faltava, além de gay, é aleijado. Podia ter morrido! 

CORTE PARA 

CENA 6. DELEGACIA. SALÃO. INTERIOR. DIA 

ABRE NA CHEGADA DE NATHI E SAMUEL, APREENSIVOS 

NATHI               olá, o meu irmão se encontra? 

POLICIAL         não, ele está em reunião com o secretário de segurança do estado 

SAMUEL           não é possível 

NATHI               será que não tem como você chamá-lo, não, moço?

POLICIAL         infelizmente, não 

NATHI               droga!

SAMUEL           agora, o que nos resta é esperar seu irmão sair logo dessa reunião 

NATHI               só espero que minha sobrinha esteja bem 

CORTE PARA 

CENA 7. MANGUEZAL. GALPÃO. INTERIOR. DIA 

LOBÃO LIMPANDO SUA ARMA. CÉSAR ENTRA COM PETRA NO COLO 

CÉSAR               aqui, como havia lhe prometido!  

LOBÃO              (SE APROXIMA) que lindeza, vem com papai, vem! (A TOMA EM SEU COLO, ENCANTADO) Muito bem Cesão, conseguiu 

CÉSAR               eu sempre consigo! 

LOBÃO              é… 

CÉSAR               vou deixá-los a sós. Abraço 

CÉSAR SAI. LOBÃO FICA A RINCAR COM PETRA. TEMPO 

CORTE PARA 

CENA 8. HOSPITAL. INTERIOR. DIA 

LEONARDO ACOMPANHANDO LUIZA NOS EXAMES… TEMPO 

CORTE PARA 

CENA 9. DELEGACIA. SALA DE PEDRO. INTERIOR. DIA 

PEDRO TRABALHANDO EM SUA MESA. NATHI E SAMUEL INVADEM A SALA. PEDRO JÁ REAGE OS REPREENDENDO 

PEDRO              isso é jeito de entrar aqui? O que esse veadinho tá fazendo aqui? 

SAMUEL           vim olhar pra tua cara! 

PEDRO              eu sei que eu só bonito…

SAMUEL           babaca!

PEDRO              como é que é? Repete! 

NATHI               chega! não é hora de DR, casal!

REAÇÕES DE SAMUEL E PEDRO AO QUE OUVEM 

SAMUEL           oi?

PEDRO              quê?

OS DOIS ENCARAM NATHI 

NATHI               Pedro, a Petra…

PEDRO              o que tem minha filha, Nathi? Fala logo! 

NATHI               ela foi raptada!

PEDRO              (REAGE) quê? Como foi isso? Onde? Meu Deus, minha filhinha, não! 

SAMUEL           gente calma, não podemos nos desesperar. Temos que manter a calma, eu sei que é difícil, mas tentemos 

PEDRO              cala a boca! (A NATHI) Como foi isso? Onde foi?

SAMUEL           nossa, grosso!

NATHI               em frente à creche, um cara encapuzado me abordou e a tomou de meus braços bruscamente 

PEDRO              quem será esse filho da puta que a levou? Desgraçado!

NATHI               não sei, não faço a menor ideia… 

SAMUEL           (LEVANTA A MÃO) posso falar? 

PEDRO              fala logo! 

SAMUEL           (IRÔNICO) ah, bom. Obrigado. Enfim… assim, temos que pensar… quem será que possa ter sido seu sequestrador?

NATHI               não sei, não consigo pensar em ninguém nesse momento 

PEDRO ANDA DE UM LADO PARA O OUTRO EM SUA SALA, PENSA, PENSA, CHEGA A UMA CONCLUSÃO

PEDRO              o Lobão, seu irmão… foi ele! Tenho certeza! 

NATHI               quê? (A SAMUEL) ele já sabe? 

PEDRO              eu sei sim, eu investiguei e acabei descobrindo 

NATHI               e o que te faz pensar que possa ter sido ele, Pedro, o Lobo?

PEDRO              claro que foi, tenho a suspeita de que ele é o pai dela, já que ele teve um lance com a Alicia no passado 

SAMUEL           ele não pode ter feito isso…

PEDRO              é o que eu vou descobrir e é agora!

NATHI               você não está pensando em…

PEDRO              (CORTA, CONVICTO) tô, tô sim. Vou atrás da minha filha 

VESTE SEU COLETE, PEGA SUA ARMA EM UMA GAVETA

SAMUEL           eu vou contigo! 

PEDRO              não vai! Não quero pôr sua vida em risco! Você vai ficar aqui com a Nathi me esperando! 

SAMUEL           eu vou do mesmo jeito! Ele é meu irmão, e isso tornam as coisas mais fáceis 

PEDRO              ok. (ESTENDE UM COLETE) Vem, mas veste isso… 

SAMUEL           eu não preciso disso

PEDRO              bora, então. ô intangível!

SAMUEL           tchau, amiga! 

OS DOIS SAEM DA SALA 

NATHI               vão com Deus! Tomara que dê tudo certo, que eles tragam a Petra sã e salva… 

CORTE PARA 

CENA. 10. STOCK-SHOTS. RIO DE JANEIRO. EXTERIOR. DIA 

CLIMA DE TENSÃO 

CENA 11. MANGUEZAL. ENTRADA. EXTERIOR. DIA 

UM CARRO SE APROXIMA. PARA POR ALI. DE DENTRO SALTAM: PEDRO E SAMUEL. QUE JÁ VÃO ENTRANDO NO MORRO. CLIMA TENSO

CORTE RÁPIDO 

CENA 12. MANGUEZAL. BECOS. EXTERIOR. DIA 

PEDRO E SAMUEL VÊM AVANÇANDO EM BUSCA DO BARRACO DE LOBÃO. SÃO OBSERVADOS POR SEUS CAPANGAS NO ATO DE LAJES E BARRACOS. CLIMA DE TENSÃO. CAPANGAS ABREM FOGO CONTRA PEDRO. QUE REBATE OS TIROS. SONS DE TIRO ALTO. SAMUEL SE ESCONDE COMO PODE. PEDRO ACERTA UM CAPANGA QUE CAI DO ALTO DA LAJE GRITANDO. PEDRO PERCEBE QUE SAMUEL ESTÁ NA MIRA DE UM ATIRADOR. PULA EM CIMA DELE PRA AJUDÁ-LO 

PEDRO              cuidado! 

SEUS ROSTOS FICAM PRÓXIMOS, SE OLHAM, HÁ UM CLIMA, MAS LOGO É QUEBRADO COM OS DISPAROS 

PEDRO              (ESTENDE A MÃO) vem, levanta! 

SAMUEL           valeu! 

CÉSAR RECONHECE SAMUEL, ORDENA QUE OS OUTROS PAREM DE ATIRAR. ELE SE APROXIMA DOS DOIS 

CÉSAR               Samuel?

SAMUEL           preciso falar com o Lobão, César? Ele está aí? 

CÉSAR               tá, tá sim. E ele? 

SAMUEL           tá comigo! Viemos buscar a Petra, pois sabemos que ela está com ele 

CÉSAR               ok. Podem passar 

SAMUEL           obrigado

CÉSAR               disponha! 

SAMUEL E PEDRO SEGUEM CAMINHO. CÉSAR OS OBSERVA 

CÉSAR               (RINDO) eu quero ver é esse circo pegar fogo, rapaz! 

CORTE PARA 

CENA 13. GALPÃO. INTERIOR. DIA 

ABRE EM PETRA NO CHÃO A BRINCAR COM UNS URSINHOS. LOBÃO PRÓXIMO A ELA. PEDRO INVADE O LOCAL. LOBÃO SE ASSUSTA. JÁ SACA SUA ARMA E APONTA EM DIREÇÃO A PEDRO, QUE TAMBÉM JÁ ESTÁ COM SUA ARMA EM PUNHO

PEDRO              devolve minha filha, seu desgraçado! 

LOBAO              qual é, seu otário. Isso é jeito de entrar no meu campo? 

SAMUEL ENTRA 

SAMUEL           (COM AS MÃOS PRA CIMA) Lobo, baixa a arma, sou eu…

LOBÃO              Samuel, o que você faz aqui? 

LOBÃO BAIXA SUA ARMA, PEDRO TAMBÉM 

SAMUEL           vim buscar a Petra, ela é filha dele, por favor, me entregue-a 

LOBÃO              (FIRME) não, ela é minha filha! 

PEDRO              nunca! Ela é minha filha, seu maldito! 

SAMUEL           chega! Lobo, olha pra ela, você acha mesmo que ela precisa passar por isso? Ela está assustada, com medo, isso não é bom. Me deixa pega-la 

LOBÃO              ok. Você tem razão. Pode pega-la 

SAMUEL           obrigado. Só tem um jeito de descobrirmos de quem ela é filha, com um teste de DNA 

SAMUEL VAI ATÉ PETRA A PEGA NO COLO VOLTA PARA ONDE ESTAVA 

LOBÃO              ok. Eu topo fazer esse teste aí, só pra provar pra esse imbecil que eu sou o pai dessa garotinha 

PEDRO              eu também! 

SAMUEL           que bom. Tome sua filha, Pedro! 

LOBÃO              pronto! Cês podem ir agora

SAMUEL           obrigado, Lobo! 

PEDRO              vamos embora!

PEDRO E SAMUEL SAEM. LOBÃO BASTANTE SÉRIO 

CORTE PARA 

CENA 14. APART DE PEDRO. SALA. INT. DIA – FINAL DE TARDE

ABRE EM NATHI NO SOFÁ, AFLITA E ANSIOSA. PEDRO, PETRA E SAMUEL ENTRAM 

NATHI               (ABRAÇA-OS) que bom, que você estão bem! 

PEDRO              pois é. Graças a seu amigo!

NATHI               minha princesa linda da titia. (BEIJA O ROSTO DE PETRA) Amigo, obrigada! (ABRAÇO FORTE) Você foi um anjo! 

SAMUEL           não há o que agradecer! 

NATHI               vem com a tia, você está precisando de um banho 

PEDRO              tá mesmo! Ela tá precisando trocar a frauda! 

NATHI               vou lá banhá-la. Beijo, meninos. Comportem-se!

NATHI VAI PRO INTERIOR DO CENÁRIO COM PETRA.

SAMUEL SENTADO NO BRAÇO DO SOFÁ. PEDRO SE APROXIMA

PEDRO              aí? obrigado por ter me ajudado hoje com a Petra! 

SAMUEL           nem precisa agradecer, fiz porque gosto dela, todo esse tempo que passei trabalhando aqui, fez com que eu me apegasse a ela 

PEDRO              que bom!

SAMUEL SE LEVANTA…

SAMUEL           bom, já fiz minha parte, tenho que ir…

PEDRO              espera! Falta eu te dá algo…

SAMUEL           o quê? 

PEDRO O PUXA PRA SI. BEIJA-O COM VOLÚPIA 

SAMUEL           (EMPURRA-O) para, para! O que cê tá fazendo? Me respeita, respeita a sua namorada!

PEDRO              vai dizer que não gosta de um proibido? Hum? 

SAMUEL           babaca! 

SAMUEL SAI BATENDO A PORTA. PEDRO RI, MORDE SEU LÁBIO INFERIOR 

CORTE PARA 

CENA 15. HOSPITAL. QUARTO. INT. DIA – FINAL DE TARDE 

CAIO INCONSCIENTE SOBRE A CAMA. BIPES DO MONITOR CARDÍACO. É ASSISTIDO POR UM ENFERMEIRO. INSTANTES 

FUSÃO PARA 

CENA 16. APTO DE ALAN. QUARTO DE BRUNO. INTERIOR. DIA 

ABRE EM BRUNO DEITADO NA CAMA. SOFRE À DISTÂNCIA DE CAIO. ALAN ENTRA. SE APROXIMA. SENTA-SE À BEIRA DA CAMA 

ALAN                 ei, irmão, o que houve? 

BRUNO             saudades do Caio!

ALAN                 e por que você não está com ele? 

BRUNO             eu estava, mas acontece que a demônia da mãe dele, me expulsou do hospital. Ele sofreu um acidente horrível, e o pior é que eu nem sei como ele está agora 

ALAN                 já vi tudo, ela é homofóbica, não é? 

BRUNO             ao extremo! Ela é horrível. Ela me humilhou naquele hospital. Vi ódio nos olhos dela, como se eu fosse um monstro só pelo fato deu ter dito ser namorado do filho dela 

ALAN                 o que você tem que fazer é, não se deixar vencer pelo ódio dela, vocês se amam, e o amor, vence tudo, todas as barreiras. Mostre pra ela que você é forte, guerreiro. Vai atrás do seu amor. lute, insista, persista…

BRUNO             tem razão. Eu preciso lutar por nós, por mim e por ele. Obrigado, irmão! (ABRAÇO) 

ALAN                 irmãos mais velhos servem pra isso: dar conselhos aos mais novos, os principiantes 

BRUNO             ah, vai…

ALAN                 agora, vê se levanta dessa cama e toma um banho. Bora! 

BRUNO             pode deixar! 

ALAN                 bem, deixa eu voltar pro meu computador, tenho que continuar minhas investigações. Já pro banho, garotão! 

ALAN SAI. BRUNO LEVANTA E VAI PRO BANHO 

CORTE PARA 

CENA 17. MANGUEZAL. LAJE. EXT. DIA – FINAL DE TARDE 

CÉSAR E LOBÃO CONVERSAM FORA DE ÁUDIO. FÁBIO CHEGA POR ALI 

FÁBIO               (SORRIDENTE) e aí, Cesito, irmãozinho?! 

CÉSAR               (SURPRESO) Fábio? 

LOBAO              quem é esse mané, César? 

FÁBIO               ele não responde, mas eu respondo, chefão, ele é meu maninho! 

FÁBIO SE APROXIMA DE CÉSAR E TASCA-O UM BEIJAO NA FRENTE DE LOBÃO QUE REAGE 

LOBÃO              (IRRITADO) que porra é essa? 

FÁBIO               (ENCARA, MASCANDO UM CHICLETE) ué, um beijo, viu não? 

LOBÃO              irmãos… irmãos não se beijam assim, dessa forma 

CÉSAR               ele não é meu irmão, Lobo, é só um encosto, que voltou pra me assombrar!

FÁBIO               vai renegar seu macho agora, vai? 

CÉSAR               cala a boca, Fabio! Aliás, vem comigo! Lobão, depois nos falamos (VAI SAINDO)

FÁBIO               ah, entendi. Você quer num local mais reservado, né? Ok. Eu topo. Bora lá! 

CÉSAR               se tu abrires essa boca mais uma vez, juro, que tu perderás essa língua aí, maravilhosa… enfim 

FÁBIO               saaafado! 

OS DOIS SAEM JUNTOS. FECHA EM LOBÃO SÉRIO A OBSERVA-LOS 

CORTE PARA 

CENA 17. STOCK-SHOTS. ANOITECER. EXTERIOR. NOITE 

CLIMA DE TENSÃO 

CENA 18. QUARTO DE HOTEL. INT. NOITE 

ROSA VEM ENTRANDO, NA PENUMBRA. PARA DIANTE DA PESSOA MISTERIOSA QUE ESTÁ SENTADA NUMA POLTRONA A SUA FRENTE 

ROSA                 fica “sussa”, ninguém me seguiu. Só vim pra dizer, que eu fiz como combinado, eu menti pro Lobo 

FECHA EM ROSA

CORTE PARA 

FINAL DO CAPÍTULO

Atenção: A Widcyber tem a autorização do autor para publicar este conteúdo.

cropped-wid-1.png

NAVEGAR

>
error: Este conteúdo é protegido! A cópia deste conteúdo não é autorizada em virtude da preservação de direitos autorais.
Rolar para o topo